Avaliações físicas gratuitas beneficiam cidadãos e atletas da cidade
Atualizado em 08/03/2018 - 18:14
Cemaf  avaliação física Adriano Vergueiro 08 03 2018
Cmaf atendeu 86% dos agendamentos feitos nos dois primeiros meses deste ano, 20% a mais que em 2017 - Foto: PMSJC

Thiago Fadini
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida

O Cmaf (Centro de Medidas e Avaliação Física) registrou um aumento de quase 20% nos atendimentos efetivamente realizados nos dois primeiros meses deste ano, em comparação ao mesmo período em 2017.

Dos 1.680 agendamentos feitos em janeiro e fevereiro para o serviço gratuito oferecido pela Prefeitura de São José dos Campos, 1.455 foram concluídos com sucesso nas unidades norte (que passou por reformas em janeiro), sul e leste do Cmaf. O total representa 86% de conclusão nos atendimentos aos cidadãos. No ano passado, a porcentagem foi de 68% de aproveitamento nas marcações.

Segundo a equipe técnica da Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida, o trabalho integrado entre os profissionais do programa Atleta Cidadão e da DAEC (Divisão de Atividades Esportivas e Comunitárias), conscientizando cidadãos e esportistas da importância do serviço, contribuiu para a melhor utilização do Cmaf.

Até o fim de fevereiro, três grupos com 33 pessoas que fazem aulas de ginástica promovidas pela Administração passaram por um dos três polos do Centro de Medidas e Avaliação Física, sempre com encaminhamento do professor responsável. Até junho, estão programadas outras 42 visitas de alunos.

Na opinião da professora Carla Conrado, que ministra as aulas no Centro Esportivo Vale do Sol, o acompanhamento dos profissionais junto aos cidadãos motiva o comparecimento para a avaliação. Ela coordena seis grupos de alunos no local e já agendou as próximas avaliações para a última semana de maio e a primeira de junho.

“Eles gostaram do fato de acompanhar a avaliação. Eu agendo e acompanho, é uma coisa que deu certo. Converso com os alunos nas aulas e eles veem resultados. Eles conseguem ver o ganho de massa magra, a perda de gordura e o quanto foi benéfico pra eles”, contou Carla.

Uma das munícipes que Carla Conrado conseguiu levar para o Cmaf foi a dona Jocélia Barreto, 72 anos, aluna no Vale do Sol. Ela confirma que a atenção da professora com os resultados de cada atendido faz a diferença para melhorar a saúde.

“Ela mandou a gente fazer a avaliação antes, porque depois que a gente volta das festas (de final de ano), a gente engorda. Ela percebeu que a nossa cintura está um pouco maior e ela está trabalhando em cima disso. É muito esforçada no que faz”, disse Jocélia.

Depois de todos os testes antropométricos e físicos, a aposentada já sabe o que precisa melhorar para manter a forma e perder os quilinhos a mais adquiridos nas ceias de Natal e Ano Novo.

“Descobri que tenho que fazer mais musculação. A orientadora (avaliadora) falou pra trabalhar com isso e para a barriga, a gente tem que fechar um pouco a boca e fazer exercícios”, descreveu Jocélia Barreto.

Evolução desportiva
Além de atender gratuitamente aos cidadãos joseenses, o Centro de Medidas e Avaliação Física da Prefeitura serve também às equipes de treinamento desportivo mantida e apoiadas por meio da Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida.

Nas categorias de base, já foram atendidas 14 das 29 modalidades mantidas por meio do programa Atleta Cidadão. A meta é que todos os 1183 integrantes passem pelas avaliações físicas até o fim deste mês. O serviço será usado pelas comissões técnicas com frequência durante o ano, de acordo com o calendário de cada equipe.

De acordo com a coordenação do Atleta Cidadão, o objetivo é ter maior cuidado com a saúde das crianças e jovens do programa e melhorar o desempenho desportivo.

As modalidades que já passaram pelo Cmaf foram as seguintes: basquete, futsal, vôlei, handebol, judô, natação, futebol de campo, hóquei masculino, boxe, atletismo, natação paralímpica, ginastica rítmica feminina, ginástica artística feminina e taekwondo.

Para a jogadora de handebol do time joseense juvenil, Ana Júlia da Silva, 17 anos, a avaliação é importante para que ela mesma se supere dentro de quadra, em uma modalidade onde força, velocidade e resistência são exigidas todo o tempo.

“Com certeza vai me ajudar, porque tenho uma noção e eu sei que posso sempre tentar me superar para melhorar em relação ao meu desempenho. Podemos ver o quanto evoluímos durante o ano”, afirmou Ana Júlia.

O técnico do elenco juvenil, Chico Silva, classificou o serviço de avaliação física como uma ferramenta para a evolução do elenco. “Utilizamos o Cmaf sempre. Acreditamos e trabalhamos em cima dos resultados obtidos lá, porque vejo como uma ferramenta que agrega muita informação do atual momento físico da atleta”, disse.

Os benefícios de uma avaliação física correta também chegam aos atletas de alto rendimento. O praticante de duathlon Adriano Vergueiro desconhecia o serviço até o começo deste ano, após buscar informações no Centro a Juventude, onde está a unidade sul do Cmaf. Ele gostou do que viu.

“Não conhecia o Cmaf, foi uma avaliação muito bem feita. O profissional que me atendeu é gabaritado, conhece, fez os protocolos adequadamente. Estou bastante satisfeito”, afirmou Adriano.

Após as aferições de peso, altura, pressão arterial, análise postural e os exercícios de flexibilidade e resistência, o atleta, que é o atual campeão brasileiro de duathlon, descobriu no que precisa trabalhar para ter um melhor desempenho nas competições.

“O resultado me indica quais são as minhas fragilidades. Uma delas é o alongamento. Tenho que intensificar meus treinos para isso. A flexibilidade ajuda a evitar lesões, amplitude maior da passada e a gastar menos energia”, completou Adriano Vergueiro.

Orientações
Cada avaliação dura em média 40 minutos e engloba testes de composição corporal (peso, estatura e dobras cutâneas), análise postural teste de banco (cardiorrespiratório), teste de flexibilidade, teste de resistência abdominal e teste de resistência de membros superiores.

Antes da avaliação, é recomendável não ter feito atividade física 24 horas antes e ter se alimentado até duas horas antes da sessão, além de evitar fumar e ingerir bebida alcoólica. Se tiver hipertensão ou cardiopatia, é necessário apresentar atestado médico.

Para os testes, os homens devem estar vestidos com camiseta, calção e tênis. Já para as mulheres, é recomendado estar de camiseta, short de malha ou lycra e tênis.

Polos do Cmaf

Sul
Centro da Juventude – 3932-8650
Rua Aurora Pinto da Cunha 131, Jardim América
8h às 12h e 13h30 às 21h30

Norte
Casa do Jovem – 3941-6813
Avenida Olivo Gomes, 381, Santana
8h às 12h e 13h30 às 17h30

Leste
Estádio Martins Pereira – 3923-2538
Rua Ana Gonçalves da Cunha, 340, Jardim Jussara
8h às 12h e 13h30 às 20h


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida