Alimentos

Alimentos

Alimentos

A Equipe técnica da área de alimentos são responsáveis por desenvolverem as seguintes ações:

1. Inspeção sanitária na área de Alimentos

As Inspeções Sanitárias são realizadas para atender principalmente as seguintes demandas:

  • Solicitações de Licenciamento;
  • Denúncias captadas pelo Serviço 156 e ouvidoria;
  • Solicitações efetuadas por outros órgãos públicos, tais como PROCON, Ministério Público, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), entre outros;
  • Projetos específicos.

 

 

2. Investigação de Surtos de Doenças de Transmissão Alimentar (DTA)

      A Vigilância de alimentos também tem como objetivo a detecção dos fatores desencadeantes, diagnóstico e tratamento precoce das doenças e principalmente medidas de prevenção para a não ocorrência das Doenças de Transmissão Alimentar (DTA).

  • A Coordenadoria de Controle e Agravos de Doença é responsável pela investigação epidemiológica de surtos de doença transmissíveis por alimentos. A Coordenadoria de Vigilância Sanitária - Vigilância Sanitária de Alimentos- por meio de informações obtidas pela investigação epidemiológica, buscar a interrupção e a propagação do surto existente, a prevenção da ocorrência de outros, colher amostras dos alimentos suspeitos e realizar a inspeção sanitária no estabelecimento envolvido, os quais deverão tomar medidas para evitar que alimentos suspeitos continuem a ser consumidos, distribuídos e comercializados.
  • É realizada a investigação sanitária em estabelecimentos quando duas ou mais pessoasapresentam uma enfermidade semelhante após a ingestão de um mesmo alimento ou água, e as análises epidemiológicas apontam os mesmos como a origem da enfermidade. Entretanto, um único caso de botulismo ou envenenamento químico pode ser suficiente para desencadear ações relativas a um surto devido à gravidade desses agentes.
  • O cidadão deve procurar a assistência médica na ocorrência de sintomas gastrointestinais, como vômitos, diarréias, e ou outros sinais e sintomas associados ao consumo de alimentos.
  • É dever de qualquer cidadão e do profissional de saúde, notificar os agravos à saúde de interesse coletivo para que sejam providenciadas as “Ações de Vigilância em Saúde”. É direito do cidadão que se faça o diagnóstico e tratamento precoce e que se executem medidas preventivas para a não ocorrência de novos casos.

3. Programas e Projetos

  • Projetos e Programas são realizados para o Monitoramento da Qualidade dos Alimentos Fabricados e Comercializados.
  • A equipe da Vigilância Sanitária de Alimentos desenvolve projetos e participa de programas estando alguns destes vinculados a outros órgãos, como o Centro de Vigilância Sanitária – CVS, a Agência Nacional de Vigilância em Saúde – ANVISA e o Ministério da Saúde – MS.
  • Além dos objetivos específicos de cada programa ou projeto, a finalidade é verificar e monitorar a qualidade e segurança dos alimentos comercializados no município, através do cumprimento das Boas Práticas de Fabricação e Manipulação.