Idosos passam por quarentena para entrar em abrigos
20/11/2020 15:33
Novo abrigo para idosos. Foto: Claudio Vieira/PMSJC 02-04-2020
Nas unidades de acolhimento, os idosos são assistidos por psicólogos, médicos, enfermeiros, assistentes sociais e cuidadores - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Giselle Marinho
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão

A Prefeitura de São José dos Campos vai acolher mais 14 idosos em Instituições de Longa Permanência em novembro. E, para proteger quem já está acolhido da covid-19, a Secretaria de Apoio Social ao Cidadão adotou a quarentena preventiva.

Antes de ir para o abrigo, cada idoso permanece num outro local preparado pela Prefeitura por 14 dias. Após esse período, caso não apresente nenhum sintoma, o idoso é encaminhado para a unidade de acolhimento.

Aqueles que apresentarem sintomas da doença serão encaminhados para uma unidade de saúde ou ficarão em isolamento, também num espaço apropriado, até que possam ir para o abrigo.

O serviço

O serviço de acolhimento para idosos em instituições de longa permanência contempla pessoas com mais de 60 anos que não têm mais condições de viverem sozinhas, idosos que vivem em família, porém em situação de violência ou negligência, bem como aqueles, cujos responsáveis, não possuem recursos para prover dos cuidados.

Nas unidades de acolhimento, os idosos são assistidos por psicólogos, médicos, enfermeiros, assistentes sociais e cuidadores.

A administração municipal conta atualmente com a parceria de quatro Organizações da Sociedade Civil vocacionadas para o cuidado de idosos em situação de abrigamento. O serviço dispõe de 130 vagas e a avaliação social para inclusão dos idosos é feita nas unidades dos Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social).

Creas

Centro-Norte
Rua Sebastião Humel, nº 523, Centro
Telefones: (12) 3923-7200 / 3913-2827 / 3913-2829

Leste
Praça José Molina s/n– Vila Industrial
3941-2800

Sul
Rua José Bento de Moura, 254 – Bosque dos Eucaliptos
3922-5558


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão