Hospital de Retaguarda finaliza etapa de acoplagem dos módulos
Atualizado em 24/06/2020 - 18:34
Obra do Hospital de Retaguarda. Foto: Claudio Vieira/PMSJC 24-06-2020
Após a montagem na planta do andar superior, prosseguem os trabalhos acabamento no lado externo e interno do prédio - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Cláudio Ribeiro
Secretaria de Saúde

Todos os compartimentos do Hospital de Retaguarda de São José dos Campos estão instalados. Nesta quarta-feira (24), a Brasil ao Cubo, empresa responsável pela obra, executou a acoplagem do último módulo, completando a planta do andar superior.

Na sequência, as equipes iniciaram a instalação de brises e revestimentos de material de alumínio composto (ACM) nas fachadas. Também está sendo executada a cobertura frontal e lateral do prédio.

Enquanto isso, prosseguem os serviços de acabamento interno, com instalação de forro modular, piso vinílico, revestimento cerâmico e bate-macas, além da pintura e do fechamento de gesso. A construção está prevista para ser concluída em 15 de julho, num prazo recorde de 45 dias.

Legado para a cidade


Nova unidade hospitalar vai ganhando forma | Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Com 67 módulos distribuídos em 2 pavimentos, o Hospital de Retaguarda é um trabalho da engenharia a serviço da medicina, com uso de técnicas modernas de construção e materiais de alta qualidade. Diferente dos hospitais de campanha, a nova unidade continuará a atender a população após o fim da pandemia de covid-19.

A obra está estimada em R$ 12,9 milhões e está sendo feita com a maior parte de recursos doados por empresas de São José que querem ajudar no enfrentamento à pandemia.

São elas: Farma Conde (R$ 2 milhões), grupo Spani Atacadista e Villarreal Supermercados (R$ 2 milhões), DM Card (R$ 2 milhões), Método Engenharia e Brasil ao Cubo (R$ 2,4 milhões). A Prefeitura utilizará R$ 4,5 milhões de recursos próprios.

Urbam

A Urbam (Urbanizadora Municipal) concluirá esta semana várias etapas da obra do Hospital de Retaguarda. Os funcionários construíram a base da nova unidade.

Nesta quarta (24), foi feita a construção da cabine primária que recebeu transformador de 300 KVA (quilovoltamperes), carga necessária para suportar os equipamentos elétricos do novo hospital, além da instalação do sistema de proteção de descarga atmosférica. A equipe da elétrica também realizou a instalação dos cabos de distribuição do sistema elétrico e do gerador de 75 KVA e concluiu a iluminação da área externa do hospital.

A equipe de engenharia e obras atuou na preparação das fundações do prédio e nas instalações da infraestrutura como redes de água, esgoto, construção de calçadas, área para resíduos, sala do motor gerador e gradil. A equipe atua ainda no asfalto da entrada lateral e do estacionamento, além da implantação do gradil que circundará o prédio.

Acompanhe o andamento da obra em tempo real.

*Colaborou a jornalista Ana Abranches


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde