Prefeitura convoca mais 30 guardas para otimizar serviço
09/09/2019 14:38
DESFILE CIVICO-MILITAR 07 DE SETEMBRO - 07-09-2019 - LUCAS CABRAL
Os guardas civis municipais no desfile cívico-militar de 7 de setembro: Prefeitura já convocou mais 30 para agilizar e aprimorar o atendimento à população - Foto: Lucas Cabral/PMSJC

Cláudio Souza
Secretaria de Proteção ao Cidadão

A Prefeitura de São José dos Campos convocou mais 30 guardas civis municipais do concurso público realizado no ano passado com o objetivo de aprimorar o serviço prestado à população.

De acordo com o edital, eles têm que se apresentar no Paço Municipal na próxima sexta-feira (13).

Os novos guardas passarão por curso teórico e prático de 720 horas, com duração de seis meses, antes de começarem o patrulhamento nas ruas e as atividades de preservação de bens, serviços e instalações públicas.

O concurso para Guarda Civil Municipal 2ª Classe foi aberto em 9 de fevereiro de 2018 e teve 4.563 candidatos. No dia 19 de outubro de 2018, a seleção foi homologada com 236 aprovados. Os 70 primeiros foram convocados para as fases seguintes da seleção e começaram a trabalhar no primeiro semestre deste ano.

O processo seletivo previa a contratação de 50 guardas. Porém, a Prefeitura decidiu dobrar para 100 com a finalidade de agilizar e otimizar o serviço prestado à população.

A GCM de São José conta atualmente com um efetivo de 328 homens e mulheres.

Curso de formação

Com carga total de 720 horas, o curso de formação terá aulas teóricas e práticas sobre legislação da área, disciplina e hierarquia, procedimentos operacionais e administrativos, defesa pessoal, abordagem e treinamento de tiro, além das experiências com outros órgãos de segurança, como as polícias Militar, Civil e Rodoviária.

Após a conclusão do curso, os novos contratados estarão habilitados para iniciar o estágio probatório de três anos, já no exercício de todas as funções que cabem a um guarda municipal.

A GCM de São José tem 31 anos de atuação. A instituição foi criada em 6 de janeiro de 1988 com a função constitucional de zelar pelos bens, serviços e instalações públicos.

A corporação mantém efetivo 24 horas nas ruas, apoia e integra operações conjuntas de atividades de fiscalização e ordenamento urbano, coíbe atos de vandalismo e zela pela estética urbana.

Estrutura

A modernização das frotas de veículos e a melhoria da estrutura de trabalho dos funcionários da Secretaria de Proteção ao Cidadão e da Guarda Civil Municipal reforça as ações do programa São José Unida, criado e liderado pela Prefeitura para integrar o trabalho das forças policiais da cidade e diminuir os índices de criminalidade.

Desde o início da atual Administração, a Guarda passou por um processo acelerado de recuperação e melhoria de sua infraestrutura. Foram incorporados 70 novos agentes neste ano, além da aquisição de novos fardamentos, armas, coletes à prova de balas, veículos, motos e tablets para melhoria do serviço prestado à população.

Carros elétricos

Vanguarda em tecnologia, São José inovou mais uma vez, já que a GCM é a primeira do Ocidente a ter veículos 100% elétricos, sendo superada no mundo apenas pela China.

Em apenas um ano, o novo modelo gerou economia de R$ 850 mil aos cofres públicos. Antes da implantação da frota totalmente elétrica, em julho de 2018, a Administração dispendia R$ 933,6 mil com gasolina e álcool por ano. Com energia elétrica para abastecer a frota de 30 carros, foram gastos no mesmo período R$ 156,6 mil.

Com manutenção (pneus, óleo, mecânica e elétrica, entre outros itens), o custo médio por ano era de R$ 13 mil. Com a nova frota, não houve nenhuma despesa, já que os veículos são repostos imediatamente quando necessário.

Melhor GCM do Estado

Todos estes investimentos contribuíram para que a corporação de São José seja a melhor de São Paulo, de acordo com pesquisas recentes divulgadas pela Indsat (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos).

Os levantamentos, referentes ao segundo e ao terceiro trimestres deste ano, foram realizados nas 10 maiores cidades do Estado.

A corporação joseense registrou 615 pontos nas duas pesquisas, com ampliação do grau de satisfação da população com o trabalho realizado. No último trimestre de 2018, quando também ficou em primeiro lugar, a pontuação havia sido de 603.

Sorocaba ficou em segundo lugar nos dois levantamentos de 2019 com 615 pontos, e São Bernardo do Campo em terceiro, com 585.

As pesquisas da Indsat são realizadas a cada trimestre. O grau de satisfação é definido por meio de pontuação, a partir da avaliação feita pelos próprios munícipes. Ao todo, foram entrevistados 400 moradores em cada um dos municípios estudados.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Proteção ao Cidadão