Urna eletrônica estreia na eleição para Conselho Tutelar
Atualizado em 08/10/2019 - 10:53
Eleição do Conselho Tutelar  06 10 2019
Uso da urna eletrônica permitiu votação rápida e segura, além de garantir a transparência do processo eleitoral para escolha dos novos membros do Conselho Tutelar de São José - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Wagner Matheus
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão

Neste domingo (6), 30 candidatos concorreram às vagas do Conselho Tutelar em São José dos Campos para o período 2020–2024. Serão eleitos cinco membros para cada conselho existente no município. O resultado final será divulgado no próximo dia 29 de outubro, assim como a proclamação dos eleitos.

Pela primeira vez no município, a eleição para o Conselho Tutelar utilizou urna eletrônica, após parceria com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O resultado foi uma votação tranquila nos doze locais fixados em todas as regiões da cidade e apuração em menos de duas horas. O processo, segundo o Conselho, garantiu uma eleição transparente e democrática.

A eleição foi realizada pelo CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), com apoio da Prefeitura de São José. A escolha dos conselheiros é feita por votação facultativa e secreta, com fiscalização do Ministério Público.

O conselheiro tutelar tem como atribuição assegurar às crianças e aos adolescentes os direitos à sobrevivência (vida, saúde e alimentação), ao desenvolvimento pessoal e social (educação, cultura, lazer e profissionalização) e à integridade física, psicológica e moral (liberdade, respeito, dignidade e convivência familiar e comunitária).

Voto consciente

Fábio Rodolfo Pedro, 33 anos, morador do Jardim São Vicente, na região leste, foi votar na Emef Palmyra Sant’anna, na Vila Industrial, acompanhado da esposa Camila e do irmão Paulo. Ele justificou seu interesse em votar afirmando que é preciso haver um órgão competente para proteger as crianças e adolescentes.

“É importante que a população saiba como são conduzidos os casos envolvendo crianças e adolescentes. Precisamos garantir os direitos deles”, afirmou.

No centro da cidade, na Escola Estadual Olímpio Catão, a adolescente Isabel Cristina de Jesus Dias, de 16 anos, moradora da Vila Maria, demonstrou estar conscientizada em relação à causa. “Soube da eleição pelas redes sociais e através de amigos. Resolvi vir votar porque acho o voto muito importante. É a partir da democracia que a gente consegue mudar as coisas”, afirmou.

“Escolhendo os conselheiros, garantimos que vai haver pessoas educando e protegendo as nossas crianças e jovens”, concluiu Isabel. Ela estava acompanhada da amiga Renata, que já havia votado na Emef Antônio Palma Sobrinho, no bairro Nova Esperança, região leste.  

Serviço

Resultado da apuração 

• Lílian Ramos - 1.689 votos

• Aninha da Comunidade - 1.129 votos                          

• Professora Iolene Lima - 962 votos                            

• Marquinho Freire - 895 votos                                    

• Célia Souza - 698 votos                                         

• Douglas de Souza Soares - 617 votos

• Juliana Lopes - 578 votos

• Alessandro Mirachi - 549 votos

• Luiz Vila / Tutta - 536 votos

• Amandio / Professor Jesus - 526 votos

• Neci Araújo / Neci Caetano - 521 votos

• Rogério Bastos Vasconcelos - 498 votos

• Marajó - 470 votos

• Paulinha Diniz - 449 votos

• Allan Philippe Göpfert - 430 votos

• Maria Helena Vicente - 355 votos

• Dra. Gemima - 315 votos

• Paula Gonçalves Freire - 281 votos

• Evelyn Sanches - 272 votos

• Professora Thelma Barzan - 210 votos

• Professor Assis - 176 votos

• Rosangela do Conseg Leste - 159 votos

•  Klaus Pimenta - 119 votos

• Vanessa Mesquita - 105 votos

• Fabiana Loureiro - 99 votos

• Sônia Gomide Priante - 87 votos

• Verônica Araújo - 62 votos

• Dani - 55 votos                                                       

• Wellington / Well da Fundhas - 43 votos                  

• Professora Izabel - 29 votos

 

* Texto atualizado em 8 de outubro, às 10h54, com revisão de dados.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão