Programa no Pinheirinho revela talentos para o Atleta Cidadão
Atualizado em 17/10/2019 - 17:50
PROGRAMA CAMINHOS DO ESPORTE PINHEIRINHO DOS PALMARES - 10-10-2019 - LUCAS CABRAL
Aylla Souza com colegas do Atleta Cidadão; descoberta pela GCM, ela é uma das joias do Caminhos do Esporte, programa que tem levado autoestima e inclusão social à Emef do Pinheirinho - Foto: Lucas Cabral/PMSJC

Cláudio Souza
Secretaria de Proteção ao Cidadão

"Quero e vou ser médica. Mas pretendo conciliar com o atletismo, representando São José e dando alegrias para a nossa cidade, para a minha família e para a minha comunidade."

Quem conhece Aylla Lorrana de Sousa não tem dúvidas de que alcançará estes objetivos. Afinal, talento, foco e determinação não faltam à adolescente de apenas 12 anos, mas já com mentalidade de adulta que impressiona todos que convivem com ela.

Aluna do 6º ano da Emef Maria Antonieta Ferreira Payar, no Residencial Pinheirinho dos Palmares, na zona sudeste, Aylla integra desde fevereiro último a equipe de atletismo do programa Atleta Cidadão, realizado pela Prefeitura de São José dos Campos por meio da Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida.

Ela é uma das joias do programa Caminhos do Esporte, desenvolvido pela GCM (Guarda Civil Municipal) junto aos alunos do 5º e do 6º anos do colégio municipal.

Talento nato

A adolescente nunca tinha praticado corrida. Durante os treinos na quadra da escola no início deste ano, chamou atenção dos guardas e foi convidada por eles para visitar o Centro Poliesportivo João do Pulo, na zona sul.

"A equipe de atletismo estava treinando no João do Pulo e chegaram os guardas com a Aylla. Falaram que ela gostava de correr e a convidamos para um teste naquele mesmo dia. Ficamos impressionados. Ela não se intimidou e correu de igual para igual até com os meninos", disse o coordenador e treinador da equipe de atletismo do Atleta Cidadão, Felipe Mariano.

Com seu olhar clínico para a descoberta de novos talentos e campeões, ele não tem dúvidas de que Aylla vai longe.

"Esta menina ainda vai dar muitas alegrias para São José. Já vi muito atleta que é talentoso, mas não é focado nem determinado. Há muitos outros que não têm tanto talento, mas são boas pessoas, fáceis de conviver e bons de grupo", afirmou Mariano.

"A Aylla concilia as duas coisas, o que nem sempre é fácil de encontrarmos. Para a idade dela e para alguém que nunca havia treinado atletismo, ela é um espanto. Tem muito talento. E poucas vezes vi uma menina de 12 anos tão educada, focada e determinada como ela", completou.

Motivação

Os frutos já começaram a brotar. Eclética, Aylla participa de competições de corridas de 50 e 75 metros, revezamento e salto em distância.

Nesta última modalidade, já venceu uma etapa do Campeonato Paulista de Atletismo. Neste mês, representou São José nos 2º Jogos Infantis, realizados em Dracena com a participação de 4.000 atletas de todo o Estado de São Paulo.

"Antes dos guardas irem à escola, nunca tinha corrido nem feito atletismo. Nunca pensei em ser atleta, já que sempre quis ser médica. Mas estou gostando muito e estou muito motivada", afirmou Aylla.

"Vou treinar bastante para dar muito orgulho para São José. Estou muito feliz de estar representando minha cidade. Espero honrar esta confiança que depositaram em mim. Quero ser um exemplo e motivo de orgulho para toda a comunidade do Pinheirinho", completou a jovem atleta.

Orgulho

Nesta missão, ela conta com a ajuda de Eduardo Ryan Siqueira Carneiro, que tem 12 anos e é aluno do 7º ano.

A exemplo de Aylla, desde o início deste ano faz parte das equipes do Atleta Cidadão e tem obtido bons resultados, como o segundo lugar em prova de corrida em uma das etapas do Paulista de Atletismo realizada em Pindamonhangaba.

Ele também participa de competições de salto em distância.

"Sempre gostei de correr e o programa desenvolvido pelos guardas na nossa escola me abriu esta possibilidade de fazer parte do Atleta Cidadão e representar São José nas competições. Era a chance que eu estava esperando", disse Ryan, como ele é mais conhecido entre os atletas.

"Está sendo muito legal. Quero seguir carreira como atleta e ser motivo de orgulho para meus familiares, para os moradores do Pinheirinho e para a minha cidade", completou.

Mina de talentos

Desde 2017, quando o programa Caminhos do Esporte foi instituído pela atual Administração, já foram descobertos 6 talentos.

Atualmente, pelo menos 20 crianças e adolescentes participam dos treinos comandados pelos guardas na escola duas vezes por semana.

Todos eles se espelham em Aylla e Ryan e sonham em seguir carreira no esporte.

"Estou gostando muito dos treinos e tenho muita vontade de ser atleta. Pretendo aproveitar esta chance que os guardas estão me dando", afirmou Stefane de Oliveira Monteiro, que tem 12 anos e está no 6º ano.

Inclusão social

Com os olhos brilhando, Frediana Costa não esconde o orgulho por estar ajudando a mudar a realidade das crianças e adolescentes, garantindo novas perspectivas e oportunidades de ascensão social através do esporte.

Guarda civil municipal e professora de Educação Física, ela é uma das responsáveis pelo programa Caminhos do Esporte junto com outros dois colegas da corporação que é reconhecida atualmente como a melhor do Estado de São Paulo pelos bons serviços prestados à população.

"Ficamos muito felizes quando descobrimos talentos como a Aylla e o Ryan mas, independemente de seguirem ou não carreira no esporte, estas crianças e adolescentes estão tendo novas oportunidades."

Ela destacou a importância social do programa desenvolvido pela GCM na Emef do Pinheirinho.

"O esporte abre muitas portas, dando acesso à uma vida mais saudável e propiciando a perspectiva de uma profissão no futuro para estas crianças. Por tudo isto, o Caminhos do Esporte é um programa de inclusão social, que nos motiva todos os dias", disse Frediana.

"Com o contato diário com os alunos, temos a oportunidade de transmitir para eles valores e conceitos que utilizamos todos os dias no nosso trabalho como guardas, que são o respeito ao próximo, a cidadania, a disciplina, a ordem e a determinação. Tudo isto será muito útil para a vida deles", completou.

Vidas transformadas

A mudança dos alunos após iniciarem os treinos com os guardas já foi observada pela diretora da Emef do Pinheirinho, Eliza Maria Rodrigues de Macedo.

Para participar do Caminhos do Esporte, um dos pré-requisitos é ter boas notas e bom comportamento, dentro e fora das salas de aula.

"Os alunos que treinam com os guardas já são bons alunos e têm bom comportamento, mas percebemos que melhoraram com a convivência com os guardas", afirmou a diretora.

"Este programa tem sido uma motivação para todos nós e tem contribuído para o resgate da autoestima e para inclusão social dos nossos estudantes."

Honra e glórias

A apenas 60 quilômetros de São José, os atletas egressos do Pinheirinho têm um grande exemplo para se espelharem.

Na vizinha Pindamonhangaba nasceu João Carlos de Oliveira, que ficou eternizado como João do Pulo, mesmo nome do poliesportivo onde Aylla correu pela primeira vez.

Órfão de mãe, ele teve muitas dificuldades na infância e na adolescência, mas superou todas elas para se tornar campeão olímpico no salto em distância e assombrar o mundo com suas conquistas e realizações.

Outro herói olímpico brasileiro, Vanderlei Cordeiro de Lima só não repetiu o feito de João do Pulo porque foi atacado por um ex-padre irlandês quando liderava a maratona das Olimpíadas de Atenas em 2004.

Perdeu o ouro, terminou em terceiro lugar, mas conquistou as láureas só reservadas aos grandes campeões da vida e do esporte.

Após os Jogos, ainda em 2004, foi agraciado com a Medalha Pierre de Coubertin, concedida pelo COI para atletas que valorizam a competição olímpica mais do que a vitória e que é considerada uma honra elevadíssima atribuída pela entidade.

Um atleta e um ser humano tão especial serve de inspiração para todos nós. Mas de onde vem tanta determinação para suplantar os percalços?
"Aprendi desde menino que tudo na vida a gente consegue com luta e dignidade: correr com as pernas, aguentar com o coração, vencer com a cabeça”, afirmou certa vez Vanderlei, demonstrando mais uma vez sua grandeza de alma.

Aylla, Ryan, Estefane, Beatriz, Jhonathan, as gêmas Maria Clara e Maria Laura e outros alunos do Pinheirinho que já participaram ou ainda ingressarão no programa no futuro têm guardas e atletas consagrados como exemplos de vida e superação.

Nos caminhos que só o esporte propicia, com seus passos, corridas e saltos poderão chegar cada dia mais longe. Só depende deles.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Proteção ao Cidadão