São José conquista prêmio por excelência em saneamento básico
Atualizado em 29/03/2019 - 17:48
Premiação em São Paulo do Ranking Abes 2018, em que São José se destacou em saneamento básico
Evento de premiação do Ranking Abes 2018, em que São José se destacou entre as melhores cidades do país em saneamento básico - Foto: Divulgação

Cláudio Souza
Secretaria de Manutenção da Cidade

Pelo segundo ano consecutivo, São José dos Campos foi premiada entre as cidades do Brasil mais bem avaliadas, entre as com mais de 100 mil habitantes, nos indicadores de saneamento básico.

A honraria foi concedida pela Abes (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental) e integra as ações do Ranking Abes de Universalização do Saneamento.

A solenidade foi realizada em São Paulo, nesta quinta-feira (28), onde o município recebeu placa em reconhecimento aos bons resultados obtidos pela cidade.

O Ranking, referente a 2018, avaliou a situação do saneamento em relação à universalização no Brasil por meio de indicadores de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto e coleta e destinação de resíduos sólidos.

O estudo analisa as condições do saneamento em relação à universalização nas cidades brasileiras com mais de 100 mil habitantes e, em função da intrínseca relação entre saneamento e saúde, correlaciona os resultados às DRSAI (Doenças Relacionadas ao Saneamento Ambiental Inadequado) de cada município.

Compõem o estudo 231 cidades com mais de 100 mil habitantes, incluindo 26 das 27 capitais, cujos dados foram fornecidos ao SNIS (Sistema Nacional de Informações de Saneamento). Já os dados de saúde foram obtidos através do DataSus, do Ministério da Saúde.

Os municípios melhor posicionados no ranking, como São José, apresentaram menores taxas de internações por DRSAI.

Pontuação

São José aumentou sua pontuação em relação ao Ranking de 2017, alcançando 496,47 dos 500 possíveis --o índice anterior foi de 490,08.

A cidade obteve nota máxima (100 pontos) em abastecimento de água, tratamento de esgoto e destinação adequada de resíduos sólidos.

Em coleta de resíduos a pontuação foi de 99,14. E em coleta de esgoto, alcançou 97,33.

O Ranking Abes de Universalização do Saneamento é um dos mais novos instrumentos de avaliação do saneamento básico no país. A Abes,que tem sede no Rio de Janeiro, atua há mais de 50 anos em prol da melhoria do saneamento básico e do meio ambiente dos municípios brasileiros.

Coleta de lixo

A boa colocação de São José no ranking nacional é reflexo das políticas públicas implementadas no município nos últimos anos e que foram intensificadas na atual Administração.

A coleta seletiva de lixo foi universalizada, chegando a 100% da zona urbana de todas as regiões da cidade.

A coleta de resíduos de São José conquistou a liderança no ranking das dez maiores cidades nas pesquisas mais recentes feitas pelo INDSAT (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos).

PEV's

São José é ainda referência para os outros municípios da região e do país através dos PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Resíduos), que dão oportunidade aos munícipes de realizarem o descarte correto de resíduos de entulho, resíduos verdes e materiais como pneus, lâmpadas, eletroeletrônicos e móveis, entre outros.

São 13 unidades instaladas em várias regiões da cidade. A 14ª, o Eco-PEV de São Francisco Xavier, será aberta à comunidade no próximo dia 3, com novos conceitos de sustentabilidade.

Água e esgoto  

Em razão da parceria com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) e dos investimentos nos últimos anos, São José está entre as três melhores saneadas entre os municípios com mais de 600 mil habitantes do país.

De acordo com o Ranking do Saneamento 2018, do Instituto Trata Brasil, São José aparece em 7º lugar entre as 100 maiores cidades do país.

A cidade tem hoje 100% de água tratada, 99,1% de coleta e 100% de tratamento de esgoto.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Manutenção da Cidade