Região do Dom Pedro ganha Pomar de Árvores Nativas
Atualizado em 28/03/2019 - 10:44
Semana da Água 2019. Plantio de árvores na rua José Benedito Castilho Conjunto Habitacional João Paulo 2°. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 25-03-2019
Crianças participam do plantio de árvores frutíferas e resgatam histórico de frutas da região - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Priscila Veiga Vinhas
Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade

Na manhã desta segunda-feira (25), um grupo de alunos da Emef Dom Pedro de Alcântara participou do plantio de árvores nativas na área verde localizada entre a Rua José Benedito Castilho e a Avenida Adílson José da Cruz, no Conjunto Habitacional João Paulo II. A ação fez parte da programação da Semana da Água

Os estudantes plantaram 40 mudas de espécies nativas e frutíferas da região tais como Grumixama, Abiu, Jussara, Jabuticaba, dando início a mais um pomar do Programa Pomares Nativos Educativos, coordenado pela Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade.

O Programa está promovendo a formação de bosques em diversos bairros da cidade, com o plantio de mudas frutíferas da Mata Atlântica e Cerrado. O intuito é resgatar o contato da comunidade com frutas típicas da nossa região e educar as crianças sobre a importância dessas espécies.

Para a aluna do 6º ano, Tainá Cristina Pinho Lima, de 11 anos, o projeto traz uma experiência positiva e tem grande importância. “Eu gostei bastante do plantio porque com ele nós vamos ajudar a melhorar o mundo. Tem pessoas que destroem árvores, tiram uma forma de sobrevivência nossa, com o plantio nós podemos nos ajudar”, afirmou.

Para o professor de história, Marcelo Pereira, a participação dos alunos é o que mais deve ser destacado. “Acho interessante esse projeto. Sempre que tiver oportunidade de tirar os alunos da sala de aula com o objetivo de ensinar algo, é muito importante. Essa iniciativa da Prefeitura é muito boa, principalmente porque é perto da região onde eles moram, da comunidade, e isso de certa forma irá ajuda-los a ter uma responsabilidade maior com relação ao local onde vivem”, comentou.

O plantio recebeu o apoio do projeto comunitário “Se essa rua fosse minha”. Para a idealizadora do projeto, Fran Cavalcante, a ação faz parte da transformação e melhoria do bairro.

“O projeto Se essa rua fosse minha, começou com o ato de limpar o local e plantar uma árvore. Essa ação de hoje, dentro do que eu sonho para esse bairro, é muito importante para a comunidade porque as pessoas estão começando a ver a importância disso. Há pessoas que já sabem, mas há os que não e estão conhecendo agora o alto significado disso, como as plantas que daqui uns anos vão crescer e comeremos as frutas dela. Isso é sustentabilidade”, afirmou.

Em 2018 o Programa Pomares Nativos Educativos foi iniciado nos bairros Jardim Satélite, Jardim Esplanada, Jardim Diamante, no Distrito de São Francisco Xavier. Na última semana foi implantado um pomar no Bairro Interlagos. No decorrer da Semana da Água também serão iniciados pomares nos bairros Campos de São José, Galo Branco, Pinheirinho dos Palmares, Jardim Nova Detroit, Eugênio de Melo e Jardim das Colinas.

Semana da Água

A Semana da Água integra uma série de atividades pela celebração do Dia Mundial da Água (22). O objetivo da programação, que segue até o dia 4 de abril, é informar, mobilizar e engajar a sociedade no uso consciente da água e sua distribuição de forma justa, bem como em políticas públicas dedicadas à proteção e manutenção dos recursos hídricos.

Nesta terça-feira (26), a partir das 9 horas, acontece a implantação de uma horta comunitária no ECO-PEV Jardim Santa Luzia Av. Vicente Brandão Ferreira, 293.

Veja aqui a programação completa e participe!


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade