Prefeitura realiza melhorias no Programa Nota Fiscal Joseense
Atualizado em 20/03/2019 - 17:57
Entrega do cheque ao ganhadora do sorteio da Nota Fiscal Joseense. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 06-12-2018
Débora de Melo ganhou R$ 100 mil na edição de Natal do Programa Nota Fiscal Joseense - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

João Paulo Sardinha
Secretaria de Gestão Administrativa e Finanças

O Programa Nota Fiscal Joseense está ainda melhor para quem contrata qualquer serviço em São José dos Campos. Agora, o cidadão cadastrado no site da Prefeitura tem acesso rápido às notas que estão concorrendo aos três sorteios de R$ 100 mil realizados durante o ano.

A primeira chance de ganhar essa bolada será no feriado de Páscoa, em 20 de abril. O segundo sorteio acontece em 27 de julho, aniversário da cidade. A última chance de garantir R$ 100 mil será em 14 de dezembro, na edição especial de Natal.

A consulta pode ser feita aqui. Antes da mudança, era preciso esperar a geração dos cupons, dias antes do sorteio, para saber quais notas estavam aptas a participar.

O munícipe agora também tem a possibilidade de abrir uma denúncia caso a nota emitida não apareça listada no site da Prefeitura.

Atualmente, são mais de 20 mil cadastrados para participar dos sorteios. Há um ano, eram cerca de 12 mil, um aumento de 73% nos últimos 12 meses.

O sorteio é mediante concurso da extração da Loteria Federal.

Cadastro

Para concorrer é simples. Basta se cadastrar no site da Prefeitura e, quando for a algum estabelecimento da cidade, pedir a emissão da Nota Fiscal Joseense, informando o CPF. Vale academias, escolas, consultórios médicos, exames laboratoriais, veterinários, tratamentos estéticos, cabeleireiros, farmácias de manipulação, estacionamentos, oficinas, entre outras.

A cada R$ 10 em nota fiscal eletrônica, o consumidor concorre ao sorteio com um cupom de emissão automática.

O que é

A Nota Fiscal Joseense é um documento de emissão eletrônica que substitui a nota fiscal impressa, trazendo mais agilidade, desburocratização e modernidade aos prestadores de serviços que desenvolvem atividades sujeitas à tributação do ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza).

A NFJ é diferente da Nota Fiscal Paulista, que é emitida na compra de produtos e mercadorias sujeitas ao pagamento ao imposto estadual ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Gestão Administrativa e Finanças