Tutores assinam documentos para castração na 3ª fase do Meu Pet Feliz
Atualizado em 15/03/2019 - 16:08
Início da terceira fase do Meu Pet Feliz
Tutores assinam termo de compromisso no programa Meu Pet Feliz - Foto: Divulgação

Nei José Sant'Anna
Secretaria de Saúde

O Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de São José dos Campos esteve movimentado durante toda esta sexta-feira (15) para o atendimento dos tutores dos animais que serão castrados gratuitamente no início da terceira fase do programa Meu Pet Feliz.

As primeiras 150 castrações desta nova fase serão realizadas no dia 22 de março no centro cirúrgico do CCZ. A assinatura do termo de responsabilidade se comprometendo a comparecer no local na hora marcada da cirurgia é uma das obrigações assumidas pelos tutores. Eles também recebem todas as orientações sobre o pré e o pós-operatório dos seus pets.

Segundo a coordenação do programa de Bem-Estar Animal, a medida é necessária para reduzir o número de faltas, que no início do programa chegou a 40%.

A tutora Andressa Gonzales de Souza esteve pela manhã no CCZ para assinatura do tempo de compromisso. Ela se inscreveu para castrar sua cachorrinha chamada Marrona, de 10 meses. “É muito importante o serviço de castração, seria bom se outras cidades seguissem o exemplo de São José”, afirmou.

As 1.000 vagas disponíveis para a terceira fase do programa foram preenchidas na última terça-feira (12), 20 minutos após a abertura das inscrições no site da Prefeitura. A previsão é que as inscrições da quarta fase sejam abertas daqui a 2 meses. As cirurgias seguirão a ordem cronológica de inscrição, de acordo com a quantidade mensal estabelecida por espécie e gênero.

Além dos 150 tutores chamados para estas primeiras castrações da terceira fase, mais 450 inscritos já foram convocados por email para entrega e assinaturas dos documentos para os próximos agendamentos referentes ao mês de abril.

A coordenação do programa lembra que o munícipe deverá acompanhar através do e-mail cadastrado na inscrição, e do telefone, o chamado para o agendamento.

Balanço

Nas duas primeiras fases do programa, que começou em agosto do ano passado, 1.530 animais foram castrados. Destes, 1.183 são da espécie canina (768 fêmeas e 415 machos) e 347 da felina (219 fêmeas e 128 machos). A meta, em um ano, é realizar 5.000 castrações gratuitas.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde