Prefeitura vacina rebanho bovino contra brucelose até abril
Atualizado em 12/03/2019 - 11:48
A campanha está atendendo o rebanho de produtores rurais da cidade
A Prefeitura de São José dos Campos fornece as vacinas, gratuitamente, para imunizar bezerras de 3 a 8 meses - Foto: PMSJC

Bibiano Santos
Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico

A Prefeitura de São José dos Campos iniciou a vacinação anual do rebanho bovino contra a brucelose. Devem ser vacinadas somente bezerras de 3 a 8 meses. Segundo a legislação estadual, a vacinação é obrigatória. A vacinação prossegue até o fim de abril.

O criador que não vacinar ou não comunicar a vacinação à Defesa Agropecuária pode ser multado.

Gratuidade

São José dos Campos é uma das poucas cidades do país que arca com o custo da vacinação e de profissionais para aplicação das doses, sob a devida orientação do Governo do Estado.

A coordenação da campanha é da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico, que também é responsável pela compra e aplicação das vacinas. A vacinação obedece ao calendário oficial estabelecido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 

A doença

A brucelose é uma zoonose que acomete os animais e o homem, doença infecto-contagiosa causada pela bactéria Brucella abortus. Nos bovinos pode causar aborto, nascimento de bezerros fracos, retenção de placenta, repetição de cio e descargas uterinas com grande eliminação da bactéria, além de inflamação nos testículos.

Cobertura

Dados do sistema informatizado -- Gestão de Defesa Animal e Vegetal (Gedave), vinculado à Coordenadoria de Defesa Agropecuária do Governo do Estado, registraram índice de 94,23% das fêmeas bovídeas (bovinas e bubalinas) com idade entre 3 e 8 meses vacinadas em 2018. O índice anterior, de 2017, foi de 93,5%.

Mais informações

Central 156


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico