Pincel Mágico encaminha 538 alunos para o médico
Atualizado em 24/05/2019 - 18:25
Alunos fazem testes de audiometria
Alunos que apresentam suspeita de dificuldade de audição fazem o exame de audiometria nas próprias escolas - Foto: Divulgação

Nei José Sant'Anna
Secretaria de Saúde

Dos 3.857 alunos que participaram do projeto Pincel Mágico, nas escolas municipais de São José dos Campos, 538 foram encaminhados para acompanhamento dos profissionais da rede municipal de saúde. Deste total, 332 estão realizando exames de audiometria e 206 passarão por consultas com oftalmologistas, pois apresentaram alteração no teste de Snellen, que verifica possíveis dificuldades visuais.

Dos 332 alunos encaminhados à audiometria, 88 já realizaram o exame, que é feito por uma fonoaudióloga na própria escola. Destes, 31 apresentaram alteração no exame e foram encaminhados para o médico otorrino.

Das 45 escolas municipais inseridas no projeto, ainda faltam cinco para ser visitadas pela profissional para realizar o exame. Já os 206 alunos que apresentaram alteração no teste visual foram encaminhados para consultas com o médico oftalmologista.

Os professores realizaram o teste de Snellen nas salas de aula. Já a verificação da audição foi feita pelos pais, com base em um questionário encaminhado pela Secretaria de Saúde com perguntas sobre se a criança está em tratamento do ouvido com otorrinolaringologista; se já fez exame de audiometria; se espirra muito, coça ou tem o nariz entupido com frequência; se escuta bem, entre outras.

O projeto da Secretaria de Saúde da Prefeitura é aplicado junto aos alunos da primeira série do ensino fundamental das escolas municipais e estaduais. O objetivo é a prevenção de danos no aprendizado através do diagnóstico precoce de dificuldades auditivas e de visão.

O projeto envolve 88 escolas, sendo 45 municipais e 43 estaduais, com a participação de mais de 7.500 alunos da faixa etária de 6 e 7 anos. A primeira etapa, iniciada em fevereiro, incluiu as 47 escolas administradas pela Prefeitura.

Na semana passada, o projeto chegou às 45 escolas do Estado. Os testes oftalmológicos já começaram a ser aplicados pelos professores e os pais começaram a receber os questionários para análise das condições auditivas dos seus filhos.

 


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde