Aposentado irradia felicidade depois de saída do Banhado
Atualizado em 24/05/2019 - 19:47
Rubens de Sá ex-morador do banhado. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 23-05-2019
Após 56 anos no Banhado, seu Rubens de Sá mudou de casa e de vida - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Cláudio Souza
Secretaria de Gestão Habitacional e Obras

"De que me adianta viver na cidade se a felicidade não me acompanhar."

A linda frase imortalizada na música "Saudade de minha terra" e nas vozes de Chitãozinho & Xororó sempre fez parte da trilha sonora da vida do aposentado Rubens de Sá, de 70 anos.

Mas de um mês para cá se tornou ainda mais realidade, embalando a nova história que ele está construindo.

Depois de viver 56 anos no Jardim Nova Esperança, conhecido como Banhado, onde havia se fixado em 1963, seu Rubens aderiu ao programa de transferência, lançado pela Prefeitura de São José dos Campos em maio de 2018.

Sonho realizado

Ele deixou o Banhado no mês passado, após aderir ao programa de transferência da Prefeitura, que garante moradia digna às famílias. Está morando em uma casa confortável, espaçosa e com condições adequadas no Parque Interlagos, bairro da região sul que dispõe de toda a infraestrutura e equipamentos públicos de saúde, esporte, lazer e qualidade de vida.

Sonho concretizado pelo ex-sitiante após 10 anos de espera e expectativa.

"Já foi bom morar no Banhado, há muitos anos atrás, quando vivia ali com meus pais e meus irmãos. Mas já faz uns 10 anos que tinha vontade de sair de lá. Agora consegui, graças a Deus e à ajuda da Prefeitura. Foi uma das melhores coisas que já aconteceram na minha vida", disse seu Rubens.

"Estou muito feliz com a assistência que a Prefeitura está me dando. Assim como eu quero uma vida melhor para mim, quero para todos lá do Banhado. Espero que entendam que a Prefeitura quer o bem de todos que ainda estão lá. Viver no Banhado não dá mais futuro."

Nova história

Nova casa, nova vida, nova história, nova esperança. Dias melhores, com mais conforto, mais tranquilidade, mais saúde e a felicidade tão almejada na canção caipira que ele gosta de entoar e tocar em sua viola, companheira de todas as horas.

"Minha vida melhorou muito depois que deixei o Banhado. Hoje, tenho mais conforto, mais liberdade e estou muito mais feliz. Lá no Banhado é difícil ser feliz porque é tudo muito precário", afirmou o aposentado.

"Agora, está mais fácil receber visitas dos meus familiares e dos amigos. Tudo melhorou, incluindo minha saúde. Lá no Banhado ficava isolado em casa. Por tudo isto, muitas vezes ficava nervoso e agitado."

Pescaria e cantoria

A situação no Banhado era difícil, já que seu Rubens tem dificuldade de andar devido a uma paralisia infantil que teve na perna esquerda.

Agora mais próximo dos outros familiares, ele tem mais liberdade. E tudo ficou mais fácil, seja quando precisa ir a uma consulta médica, seja quando tem que fazer atividades do cotidiano.

"Tinha dificuldade de subir o morro para fazer minhas atividades e as coisas que gosto. Na nova casa, tenho mais facilidade e tempo."

Com mais tempo e uma vida mais tranquila, tem aproveitado para curtir dois de seus principais hobbies: pescar e tocar viola.

"Gosto muito de pescar. Quando morava no Banhado, ficava difícil sair para fazer isto. Agora, consigo ir pescar mais vezes, com meus primos e amigos", disse o aposentado.

Na grande pescaria da vida, pouco tempo após deixar o Banhado e uma história de 56 anos no local com suas alegrias e tristezas, seu Rubens já 'fisgou' felicidade, saúde, novos amigos e esperança. Mas, acima de tudo, a certeza de que dias melhores virão.

Programa de transferência

Criado pelo decreto municipal 17.788/2018, o programa de transferência voluntária oferece R$ 5 mil a cada núcleo familiar que deixar o Banhado e demolir o imóvel – R$ 2.300 para mudança e R$ 2.700 para demolição. Além disso, a Prefeitura paga auxílio-moradia de até R$ 700 mensais.

Os moradores do Banhado incluídos no cadastro realizado em 2014 podem procurar o posto da Prefeitura para obter informações e aderir ao programa. 

Ele funciona no antigo prédio da Câmara Municipal (estacionamento), no Centro, que atende de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30.

Assista

Conheça a história do seu Rubens em vídeo publicado nas redes sociais da Prefeitura.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Gestão Habitacional e Obras