Mesa redonda no Museu Municipal debate questões hídricas
Atualizado em 20/05/2019 - 13:40
Fundação Cultural Cassiano Ricardo
Público lotou o auditório do Museu Municipal, para acompanhar primeiro encontro, dia 16 - Foto: Divulgação

Avelino Israel
Fundação Cultural Cassiano Ricardo

De que maneira os conhecimentos, tradicional, científico e humanístico, podem contribuir e atuar, de forma conjunta, para a produção hídrica de ecossistemas? A resposta para esta pergunta está no projeto Cartografias da Fartura, desenvolvido a partir de estudos da Bacia do Rio Fartura, em Paraibuna (SP), por representantes do Centro de Estudos da Cultura Popular, do Instituto de Pesquisas Espaciais e moradores do município.

Os detalhes desse projeto serão apresentados e debatidos durante mesa redonda que o Museu do Folclore de São José dos Campos realizará no dia 30 de maio, a partir das 19h30, no auditório do Museu Municipal. As inscrições já estão abertas e devem ser feitas pelo site do Museu do Folclore, por meio de formulário próprio, até o dia 29. A atividade é gratuita e aberta ao público, com vagas limitadas.

Este é o segundo encontro promovido pelo museu, como parte do projeto Dialogando com o Folclore, que neste ano tem como tema ‘Saberes tradicionais e saberes científicos: pontos de aproximação e conflito’. A intenção é mostrar a relação entre a cultura popular, a ciência e a tecnologia, por meio de várias narrativas, envolvendo experiências de trabalho com saberes tradicionais.

No primeiro encontro, realizado no último dia 16 de maio, o público lotou as dependências do auditório do Museu Municipal, para acompanhar a palestra do pesquisador Antonio Donato Nobre, que falou sobre a ‘Fusão de Saberes, uma oportunidade de união para sobrevivência da humanidade’.

Diferentes matizes

Com mediação do historiador e pesquisador Fábio Bueno, o encontro reunirá, o cientista Alexandre Marques, a historiadora Maria Siqueira Santos e dois integrantes da comunidade de Paraibuna, ligados ao estudo e preservação do patrimônio cultural e histórico do município, Otávio Fonseca e Maria Aparecida Fonseca Ribeiro.

“Embora ainda não tenha sido implementado, o projeto significa a conclusão de esforços de diferentes matizes de saberes, na intenção de compreender e atuar na produção hídrica dos ecossistemas da Bacia do Rio Fartura, em Paraibuna (SP)”, explica Fábio Bueno.

Objetivo e Gestão

O Dialogando com o Folclore é um projeto desenvolvido anualmente pelo Museu do Folclore de São José dos Campos, por meio de cursos e palestras, destinado a estudantes universitários, educadores, pesquisadores e interessados. Tem como objetivo gerar reflexão e diálogo sobre temas importantes ligados aos estudos dos saberes populares.

O Museu do Folclore foi criado pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo em 1987 e sua gestão é feita pelo Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP), organização social sem fins lucrativos, com sede em São José dos Campos.  

Museu Municipal de SJC (local das palestras)
Praça Afonso Pena, 29 – Centro
(
12) 3921-7587

Museu do Folclore de SJC
Av. Olivo Gomes, 100 – Parque da Cidade – Santana
(12) 3924-7318 – www.museudofolclore.org


MAIS NOTÍCIAS
Fundação Cultural Cassiano Ricardo