Palestra em escola ensina a evitar crimes digitais e fake news
Atualizado em 27/06/2019 - 10:48
A atividade que tem como principal objetivo abordar na escola assuntos que fazem parte do cotidiano não só dos alunos, mas também de todas as pessoas que convivem com eles
A atividade tem como principal objetivo abordar assuntos que fazem parte do cotidiano dos alunos - Foto: PMSJC

Gisele Lopes
Secretaria de Educação e Cidadania

Os cuidados para evitar crimes digitais e fake news foram abordados na quarta-feira (26) para cerca de 100 alunos do 6º ano do ensino fundamental da Escola Municipal Antônio Palma Sobrinho, no Parque Nova Esperança, na região leste de São José dos Campos. Com o objetivo de abordar assuntos que fazem parte do cotidiano não só dos alunos, mas também de todas as pessoas que convivem com eles, a atividade teve orientação de estudantes de pedagogia e ciências da computação, com a participação de um especialista no assunto.

“O mundo digital vem para agregar, porém, se você não fizer bom uso, pode prejudicar a comunidade ou instituição de ensino", afirmou o especialista em crimes cibernéticos, Adriano José Delfino. "Nosso papel, aqui, é semear o bem e explicar o uso da tecnologia com responsabilidade.”

Conscientização das crianças sobre a atitude a tomar diante das feke news, caminhos de pesquisas em pelo menos dois sites confiáveis, cuidados com as contas pessoais e dicas de segurança foram os temas abordados por Ângelo Arthur Silva, estudante de ciências da computação.

Para a acadêmica de pedagogia Ligiane da Silva, orientar bem os alunos é o primeiro passo para a formação de um adulto diferente. “Não podemos fazer para o outro o que não gostaríamos que fizesse com a gente. Devemos fazer a diferença.”

Atenta às explicações dos palestrantes, a aluna Jade de Oliveira, de 11 anos, aprendeu direitinho a lição. “Muitas coisas que estão na internet não são apropriadas para a gente. Temos que prestar atenção para não cair em armadilhas.”

Apesar de parecer recente, o termo fake news (notícia falsa, em português) é mais antigo do que aparenta. A expressão em inglês se tornou popular em todo o mundo para denominar informações mentirosas que são publicadas, principalmente, em redes sociais.

Os crimes digitais são condutas ilegais praticadas por pessoas que utilizam meios de comunicação e acesso à informação pela internet para aplicar fraudes, estelionato e vazamento de informações.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Educação e Cidadania