Prefeitura amplia assistência em saúde mental com CVV
Atualizado em 19/06/2019 - 18:13
Ambulatório infanto-juvenil do CVV. Foto: Claudio Vieira/PMSJC 19-06-2019
Ambulatório de saúde mental infanto-juvenil do CVV, que teve ampliada a parceria com a Prefeitura - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Nei José Sant'Anna
Secretaria de Saúde

A Prefeitura de São José dos Campos está ampliando a assistência em saúde mental na rede pública do município. A parceria com CVV (Centro de Valorização da Vida) foi renovada, possibilitando aumentar o atendimento multidisciplinar para pacientes adultos e infanto-juvenis no ambulatório especializado da entidade.

Visando a contratação de mais profissionais, o contrato com o CVV foi reajustado em 25%, passando de R$ 246.139,47 para R$ 333.926,96 por mês. Com isso, será possível aumentar em 62% a oferta de horas médicas semanais. A expectativa da Secretaria de Saúde é que haja um aumento de 40% na oferta de vagas de consultas de primeira vez num prazo de seis meses.

O CVV atende portadores de transtornos mentais, transtornos mentais decorrentes do uso de álcool, crack e outras drogas, transtornos globais do desenvolvimento e comorbidades relacionadas, com uma equipe multidisciplinar formada por médico psiquiatra, assistente social, terapeuta ocupacional, enfermeiro, psicólogo e auxiliar de enfermagem. Os pacientes são encaminhados pela rede básica de saúde e os CAPS (Centros de Apoio Psicossociais).

Nova política

O novo modelo de assistência foi elaborado pela Prefeitura com o objetivo de atender ao que estabelece a nova Política Nacional de Saúde Mental, definida pela portaria 3588/17 do Ministério da Saúde, que trata das ações desenvolvidas pela RAPS (Rede de Atenção Psicossocial) no âmbito do SUS.

Pela nova política, a RAPS foi ampliada, passando a contar com hospitais psiquiátricos especializados, leitos em hospital geral e o fortalecimento do atendimento ambulatorial especializado, além dos CAPs e da rede básica.

A ampliação da parceria possibilitará oferecer o tratamento adequado das pessoas com transtornos mentais mais comuns e prevalentes, que não se encaixam na atenção básica e que não necessitam de um serviço de reabilitação como os CAPS.

O CVV atende em dois ambulatórios: o adulto, na Rua Tenente Nevio Baracho, 201, e o infantil-juvenil, na Rua Humaitá 496, ambos no centro da cidade.

Nos ambulatórios serão ofertadas consultas de diferentes categorias profissionais, possibilitando o seguimento clínico, social e em psicoterapia. As equipes multiprofissionais atuarão de maneira integrada à atenção básica e aos CAPs, ocupando um vazio assistencial que existia na RAPS.

A Rede de Atenção Psicossocial do município é composta ainda pelos CAPs (CAPs Infantil, CAPs Sul, CAPs Norte e CAPs AD), Sama (para mulheres e adolescentes com dependência química), 10 residências terapêuticas e uma UPA de Saúde Mental 24 horas para atender situações de urgência e emergência.

 


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde