Festival termina na região sul com mais de 100 pipas no céu
Atualizado em 26/07/2019 - 08:20
Festival de Pipas no Poliesportivo do Campo dos Alemães. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 25-07-2019
Festival termina da melhor forma, com pipas no ar e muita diversão no Campo dos Alemães - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Wagner Matheus
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida

Uma tarde de céu azul, sol brilhando e mais de 100 pipas voando e evoluindo para a alegria de crianças e jovens. Foi assim, com chave de ouro, que terminou nesta quinta-feira (25) o 3º Festival Joseense de Pipas, que teve seis etapas neste mês de férias, alcançando todas as regiões da cidade.

O Centro Poliesportivo Campo dos Alemães, na região sul, foi tomado por uma multidão de mais de 300 pessoas que, entre 14h e 17h, curtiu as várias atrações do evento. Muitas crianças e adolescentes, muitas mães com seus filhos pequenos, todos felizes com a possibilidade de passar uma tarde agradável.

A oficina de pipas, montada embaixo de uma grande tenda, ficou pequena para atender o movimento de pessoas de todas as idades aprendendo a fazer pipas ou demonstrando a habilidade adquirida na infância. A organização do evento fornecia papel, varetas, linha e cola, além de ensinar a técnica para produzir boas pipas.

Gerações

Entre a multidão que ocupou o Poli para empinar pipa, ficou claro que pelo menos duas gerações se divertiam lado a lado. Entre os mais experientes, Michael Diogo Soares Ribeiro, 21 anos, aproveitava as férias do trabalho de montagem de placas no aeroporto da cidade para tornar-se, por uma tarde, o piloto de suas próprias “aeronaves”.

“Eu solto por soltar, porque gosto disso para minha diversão”, garantiu Michael, com nada menos que 14 pipas nas mãos. Ele garantiu que não eram para venda, mas para participar do jogo de laçar pipas e também ter suas pipas laçadas. “A molecada de hoje tem menos habilidade que nós”, desafiou o jovem, antes de começar a participar da brincadeira junto com dois colegas da mesma faixa de idade.

Na outra ponta, os colegas Kevin Fernandes de Castro, 7 anos, e Richard Alvarenga Martins, 8 anos, moradores do Campo dos Alemães, tentavam enfrentar a competição com os mais velhos. “Faz tempo que eu brinco de pipa, comecei com 5 anos”, vangloriou-se Richard.

Kevin também se considera experiente, a ponto de conhecer e aceitar a regra “do” pipa, assim mesmo, no masculino, como é hábito falar. “Se a gente perder o pipa [se for laçada] não tem problema, a gente compra outro e volta pra brincar”, afirmou.

Os dois meninos estavam felizes pela possibilidade de fazer o que gostam em um evento destinado às pipas. Mas não deixaram de participar das outras atrações, como a distribuição de pipoca e algodão doce. Crianças mais novas também não saíam dos pula-pulas. “É a Prefeitura que está fazendo isso, né?” arriscou Richard.

Campanha

Além da diversão, o Festival de Pipas, que já acontece pelo terceiro ano em São José dos Campos, tem como objetivo levar informação e conscientização sobre como soltar pipa em segurança. O animador do festival fazia questão de alertar o tempo todo, pelo som que chegava a todos os pontos do Poliesportivo, para a proibição legal do uso de cerol e linha chilena.

Como em todas as demais etapas do festival, a GCM (Guarda Civil Municipal) e EDP Bandeirante distribuíram material informativo e deram orientações técnicas sobre os cuidados na prática de empinar pipa.

As principais lições são as seguintes:

- Brinque em locais abertos, como parques e campos

- Não tente tirar pipa enroscada em poste, pois há risco de descarga elétrica

- Não empine em cima de telhados ou lajes e perto de antenas, postes e fios elétricos

- Evite empinar pipa em dias de chuva, principalmente se houver relâmpagos

- Nunca utilize linha metálica, como fio de cobre de bobinas ou cerol (mistura de cola com caco de vidro)

- O uso do cerol representa riscos para pedestres, ciclistas e motociclistas, pois pode cortar o pescoço de alguém

- Se o fio com cerol encostar na rede elétrica, a própria pessoa que está empinando a pipa pode morrer eletrocutada

Seis etapas

A terceira edição do evento foi realizada em seis locais da cidade, começando pelo Campos de São José, na região leste, no dia 9. Em seguida, vieram Pinheirinho dos Palmares (11), Eugênio de Melo (16), Altos de Santana (18), Jardim Cerejeiras (23) e, nessa quinta-feira, o encerramento no Campo dos Alemães.

O 3º Festival Joseense de Pipas é uma realização da Prefeitura de São José dos Campos, por meio da Assessoria de Programas para a Juventude da Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida. O evento fez parte da programação oficial em comemoração aos 252 anos da cidade.

 


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida