Atletas de São José se destacam em competições nacionais
Atualizado em 17/07/2019 - 09:41
Equipe Odoyá em São Sebastião
Odoyá representa São José no Brasileiro de canoa havaiana e fica entre as três melhores equipes do país - Foto: Divulgação

Wagner Matheus
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida

Atletas que representam São José dos Campos se destacaram em competições nacionais neste sábado (13). São duas modalidades apoiadas pela Prefeitura de São José dos Campos com recursos da LIF (Lei de Incentivo Fiscal).

Em São Sebastião, no Litoral Norte, foi a vez da equipe joseense Odoyá de canoa havaiana terminar a primeira etapa do Campeonato Brasileiro como uma das três melhores do país na modalidade. A Odoyá foi terceira colocada no open (24K). A prova consistiu em um percurso de 24 quilômetros, de ida e volta da ilha de Toque-Toque. A competição foi realizada pela Confederação Brasileira de Va’a (CBVAA) e pelo Instituto São Seba Va’a.

Formada em 2014, a equipe dirigida pelo treinador Rafael Leão vem, a cada ano, conquistando mais espaço na modalidade. “Trabalhar em equipe é um aprendizado diário, lidar com as limitações de cada uma e transformar as qualidades em vitória é um desafio”, destaca Fabi, leme da Odoyá.

A segunda etapa do Brasileiro será realizada em setembro na cidade de Vitória (ES).

‘Trail run’

No mesmo sábado, em Visconde de Mauá (RJ), na região da Serra da Mantiqueira, o triatleta Thiago Bernardes Deolindo [foto abaixo] ficou em quinto lugar na classificação geral do X Terra Brasil, na etapa Agulhas Negras do circuito nacional que reúne modalidades de corrida, natação e ciclismo. A classificação geral abrange os melhores atletas de todas as provas da etapa do circuito.

Deolindo disputou a prova de trail run, que consistiu em corrida de montanha em trilha de 6 quilômetros. Segundo ele, a prova reuniu atletas de expressão nacional e exigiu muito condicionamento físico e psicológico por se tratar de uma trilha montanhosa, com aclives e declives extremos, além de travessias de cursos d’água.

“Nas partes mais íngremes do percurso, é impossível correr, só se consegue andar”, relata Deolindo. “Para que se tenha uma ideia do grau de dificuldade, meu tempo na montanha foi 37 minutos, enquanto a mesma distância, no asfalto, pode ser feita em 18 minutos.”

Vitória

A grande vitória desse triatleta que treina há cerca de dez anos, porém, foi o retorno ao esporte, depois de um acidente de moto na Via Dutra, em 2017, quando sofreu fratura exposta no pé direito e teve uma lesão de difícil recuperação.

“Os médicos achavam que eu não conseguiria voltar a correr, pois fiquei quatro meses sem andar. Mas, com muito esforço, estou de volta ao esporte e, em 2020, quero disputar um mundial”, garante.

A trajetória de Deolindo é bastante positiva. No duathlon, disputou os Pan-Americanos do México (2013) e da Colômbia (2015), além do campeonato mundial de 2014 na Espanha. Em 2016, foi vice-campeão paulista de corrida de montanha.

Embora seja especialista em triathlon – corrida, natação e ciclismo –, Deolindo também usa como preparação provas de uma modalidade só, como a trail run, que disputou no final de semana.

Deolindo recebe apoio da Prefeitura via LIF há cerca de quatro anos.

Incentivo

A LIF (Lei de Incentivo Fiscal) beneficia o esporte de São José dos Campos com a possibilidade de apoio a modalidades de alto rendimento, ao Programa Atleta Cidadão, ao paradesporto e ao esporte comunitário praticado em todos os bairros e regiões da cidade.

Desde janeiro deste ano, o incentivo de empresas e pessoas físicas a equipes e atletas da cidade foi ainda mais estimulado. A lei complementar 608/2018, que abrange o esporte e a cultura, alterou a lei anterior e seus reflexos já podem ser sentidos.

Neste ano, a LIF atingiu o máximo da captação autorizada na LOA (Lei Orçamentária Anual). Somente no esporte, foram investidos R$ 6,506 milhões por meio de incentivo fiscal. O montante é 64,11% superior ao registrado em 2018.

 


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida