São José tem 1º Feirão do Microcrédito do Banco do Povo
Atualizado em 02/07/2019 - 15:04
CEFE 01-02-2018
Feirão do Microcrédito do Banco do Povo em São José acontece no Cefe, na região norte - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Cláudio Souza
Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico

A Prefeitura de São José dos Campos e o governo do Estado de São Paulo realizam nesta quarta-feira (3), das 9h às 17h, o primeiro Feirão do Microcrédito do Banco do Povo na cidade.

O evento gratuito também tem parceria do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e acontecerá no Cefe (Centro de Formação do Educador), no Parque da Cidade, na região norte.

O feirão é destinado aos empreendedores formais e informais de micro, pequenos e médios negócios.

Para os financiamentos solicitados no feirão, a análise e concessão de crédito serão realizadas em até 48 horas - mediante apresentação dos documentos necessários.

O Banco do Povo conta hoje com a menor taxa de juros do mercado, a 0,35% ao mês.

Negócios

O Feirão Paulista de Microcrédito tem como objetivo incentivar o empreendedor e promover a expansão de micro, pequenas e médias empresas através da concessão de linhas de crédito, palestras de capacitação em gestão de negócios e formalização de empresas. 

Além da participação do Banco do Povo e da Desenvolve SP, haverá balcões de atendimento dos bancos Santander, Banco do Brasil, Caixa Econômica, Itaú e Bradesco. 
Para quem deseja formalizar o próprio negócio, a Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo) e o Sebrae irão realizar a abertura de cadastro empresarial na categoria de MEI (Microempreendedor Individual). 

A programação ainda contará com palestras de profissionais do Sebrae e atendimento no Sebrae Móvel.

Banco do Povo

O Banco do Povo Paulista, que é vinculado à Prefeitura de São José dos Campos, oferece crédito reduzido de 0,35% para concessão de empréstimos para compra de equipamentos, estoque e capital de giro, entre outras modalidades.

A linha de microcrédito para o pequeno empreendedor tem como objetivo a geração de emprego e renda para o desenvolvimento de pequenos empreendimentos, viáveis e sujeitos à avaliação técnica para liberação.

Apenas em 2018 e 2019, foram emprestados R$ 572.019.

Saiba mais

Os empreendedores formais (pessoas jurídicas - MEI, ME, LTDA, EIRELI) e informais (pessoas físicas) poderão realizar os empréstimos nas seguintes condições:
• Não ter restrição de nome no Cadin e Serasa; 
• O crédito deverá ser solicitado no município onde está localizado o negócio, caso não tenha unidade do Banco Povo na cidade, poderá comparecer ao posto mais próximo; 
• Pessoa física informal deverá ter no mínimo 2 anos de residência no local onde se encontra o negócio.

Crédito e prazo de financiamento:

Pessoa Física 
(Empreendedor informal e produtor rural sem CNPJ)

Valores
• 1° crédito: até R$ 3.000
• 2° crédito: até R$ 4.000
• 3° crédito: até R$ 5.000

Prazo de financiamento
• Capital de giro: em até 12 vezes
• Investimento fixo: em até 24 vezes
• Misto: em até 24 vezes

Pessoa Jurídica 
(MEI, ME, LTDA, EIRELI e produtor rural com CNPJ)

Valores
• 1° crédito: até R$ 7.500,00
• 2° crédito: até R$ 10.000,00
• 3° crédito: até R$ 15.000,00
• 4° crédito: até R$ 20.000,00

Prazo de financiamento
• Capital de giro: em até 24 vezes
• Investimento fixo: em até 36 vezes
• Misto: em até 36 vezes

Documentos necessários:

Empreendedor informal e produtor rural sem CNPJ
(Pessoa Física)

Cliente

• RG e CPF do cliente e do cônjuge se houver;
• Comprovante recente de endereço em nome do cliente;
• Orçamento do bem a ser financiado;
• Certidão de casamento do cliente se houver;
• Comprovante de conta bancária.

Avalista
• RG e CPF;
• RG e CPF do cônjuge se houver;
• Comprovante de residência;
• Certidão de casamento se houver;
• Holerite dos últimos 3 meses junto com a carteira de trabalho, declaração do IR ou extrato bancário dos últimos 90 dias.

Empreendedor formal – MEI, ME, LTDA, EIRELI e produtor rural com CNPJ
(Pessoa jurídica)

Cliente
• Contrato Social e alterações;
• Cartão CNPJ;
• Cartões de Inscrição Estadual e Municipal;
• Certidão Negativa de Débitos (CND) ou Certidão Positiva de Débitos com Efeito de Negativa;
• Certificado de Regularidade do FGTS (CRF) ou Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), para empresas sem funcionário;
• RG e CPF do cliente, dos sócios e dos cônjuges, se houver;
• Comprovante recente de endereço em nome da empresa;
• Comprovante recente de endereço em nome do cliente e dos sócios se houver;
• Orçamento do bem a ser financiado;
• Certidão de casamento do cliente e dos sócios se houver;
• Cartão da conta bancária ou extrato em nome da empresa.

Avalista
• RG e CPF;
• RG e CPF do cônjuge se houver;
• Comprovante de residência;
• Certidão de casamento se houver;
• Holerite dos últimos 3 meses junto com a carteira de trabalho, declaração do IR ou extrato bancário dos últimos 90 dias.

Documentação adicional 
(Motofretista e Mototaxista) 
Cadastro de condutor emitido pela Prefeitura Municipal.

IMPORTANTE: Comprovação de endereço somente com contas de consumo: água, luz, telefone fixo ou gás.

 


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico