Manutenção na passarela de madeira do Bom Retiro termina na sexta-feira
Atualizado em 29/01/2019 - 14:26
Passarela do Bom Retiro, que será recuperada pela Prefeitura para garantir mais segurança aos usuários
A passarela do Bom Retiro, cujos serviços de manutenção já tiveram início; importante passagem de pedestres, ela será totalmente recuperada pela Prefeitura - Foto: PMSJC

Cláudio Souza
Secretaria de Manutenção da Cidade

A Prefeitura de São José dos Campos iniciou, nesta segunda-feira (28), os serviços de recuperação e reforço da passarela da Travessa 1, no Bom Retiro, na zona leste. O objetivo é garantir mais segurança aos pedestres e motociclistas. Durante os serviços, que devem ser concluídos até a próxima sexta-feira (1º de fevereiro), a passarela estará interditada.

As equipes da Secretaria de Manutenção da Cidade irão substituir as longarinas e as tábuas do assoalho, assim como os corrimãos.

A passarela tem importância estratégica na região leste, já que é uma das ligações entre os bairros Novo Horizonte e Santa Lúcia.

Durante a interdição, a melhor alternativa de ligação entre os dois bairros continua sendo a Estrada Municipal Nélson Tavares da Silva.

Zona norte

Na semana passada, foram concluídos os trabalhos de recuperação e reforço da ponte de madeira da Travessa Freitas, no bairro dos Freitas, na zona norte. No local, foram trocados os corrimãos e os forros do assoalho.

Frederico Ozanan

Até o início de fevereiro, a Prefeitura concluirá os serviços de recuperação e reforço da ponte da Estrada Municipal Frederico Ozanan, na região leste. O último trabalho no local será a implantação do novo asfalto.

A antiga estrutura de madeira já foi substituída por tubulações de concreto, garantido mais segurança aos motoristas e pedestres e mais fluidez ao tráfego na estrada, que interliga cerca de 40 bairros das zonas leste e sudeste. 

A ponte foi ampliada, passando de 4 para 6 metros de extensão, e também duplicada, de 4 para 8 metros de largura.

Já as extremidades das tubulações de concreto implantadas foram reforçadas com um sistema feito com gaiolas de gabião, que é um tipo de estrutura armada, drenante e de grande durabilidade e resistência, feito com malhas de fios de aço preenchidos com pedras britadas e construídos manualmente. No local, estão sendo implantados 32 metros de gabiões. O objetivo é evitar futuras erosões.

Monitoramento

A Prefeitura tem monitorado constantemente as 45 pontes e 16 passarelas de madeira existentes no município com o objetivo de identificar com mais rapidez a necessidade de melhoria das estruturas para garantir mais segurança para motoristas e pedestres. 

Em 2017 e 2018, foram realizadas as recuperações das cabeceiras e melhoradas as estruturas de pelo menos 21 unidades, entre pontes e passarelas, em todas as regiões da cidade.

As pontes e passarelas recuperadas 

Região norte:

. Ponte da Travessa Freitas, no bairro dos Freitas

Ponte que faz a ligação entre os bairros do Turvo e da Água Soca através das estradas municipais do Turvo (SJC-323) e José Theodoro Azevedo (SJC-155, nas proximidades da Cachoeira do Roncador)

. Ponte na estrada José Theodoro Azevedo

. Ponte do Bernardino (Estrada do Rio do Peixe)

Região sudeste:

. Ponte do Jardim Pernambucano

Região oeste:

. Ponte de madeira sobre o Córrego Vidoca na Travessa Linneu de Moura, acesso à rua Piraúna, também conhecida como Ponte do Golfe

Região leste:

. 3 passarelas do Parque Alambari, no Campos de São José

. Passarela que liga o Jardim Pararangaba ao Jardim Califórnia


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Manutenção da Cidade