São José tem melhor nível de emprego desde 2010, informa Caged
Atualizado em 23/01/2019 - 19:31
Pró Trabalho no Estádio Martins Pereira. 14-05-2018
A inserção de novos trabalhadores no mercado de trabalho por meio do Pró-Trabalho contribuiu para melhoria da empregabilidade na cidade - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Bibiano Santos
Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico

O Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho, divulgou nesta quarta-feira (23), os resultados oficiais do nível de emprego. Os dados indicaram que, no total em 2018, São José dos Campos obteve saldo positivo de 712 vagas. O resultado de 2018 é o melhor desde 2010. O nível de emprego negativo na cidade já chegou a (-)10.062, em 2015.

Em 2018, o setor de serviços foi o que mais gerou vagas na cidade com carteira assinada, seguido da indústria, construção civil e o comércio. O saldo mensal de emprego por município, apurado pelo Caged, é o resultado da diferença de admissões e demissões, de pessoas com carteira assinada.

No segundo semestre do ano passado, com os primeiros sinais de recuperação da economia, a cidade já tinha obtido saldo positivo na geração de emprego por cinco meses consecutivos.

A melhoria dos níveis de empregabilidade em São José dos Campos é avaliada em decorrência da retomada da economia com os setores empresariais que voltaram a fazer investimentos na cidade, além da consequente geração de emprego e renda.

Colaboraram também para esses resultados o incentivo à abertura de novas empresas de startups e a maior agilidade para a abertura de novas empresas por parte da Sala do Empreendedor. Isto, além da proximidade dos técnicos da Prefeitura no apoio às medias e grandes empresas para projetos de expansão, que deverão resultar em novos empregos em breve.

Qualificação

De sua parte, a Prefeitura tem investido em cursos de qualificação por meio do Programa Qualifica São José, que somente no ano passado registrou 12.550 alunos que concluíram cerca de 250 cursos diversos de qualificação profissional.

Também foi implementado pela Prefeitura o programa Pró-Trabalho, de reinserção profissional. Até agora já foram beneficiadas 876 pessoas.

Para analisar e atender a dinâmica das necessidades do mercado de trabalho, o PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) passou por um projeto de readequação para oferecimento de mais vagas de trabalho e também uma ação contínua para captação de novos postos de trabalho para seleção.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico