CCZ começa a coletar larvas do Aedes aegypti em todas as regiões de São José
Atualizado em 14/01/2019 - 16:12
Controle Larvário da Dengue  14 01 2019
O trabalho dos agentes de controle de endemias começou nesta segunda e prossegue até dia 31 de janeiro - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Nei José Sant'Anna
Secretaria de Saúde

Começou nesta segunda-feira (14) a primeira Avaliação de Densidade Larvária (ADL) do ano, elaborada pelo Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de São José dos Campos. O objetivo do trabalho é checar os níveis de infestação de larvas do mosquito Aedes aegypti em todas as regiões da cidade.

Até o dia 31 de janeiro, serão visitados 17.937 imóveis, distribuídos em 3.191 quarteirões e 884 setores censitários, dentro das 42 áreas cadastradas no município.

O índice larvário (Índice Breteau) corresponde ao número de imóveis em que foram encontrados recipientes com larvas do mosquito durante a avaliação. Os parâmetros estabelecidos pelo Ministério da Saúde preconizam o índice 1,0 como limite ideal, que confere uma baixa probabilidade de risco à epidemia.

No ano passado, a primeira ADL foi realizada também em janeiro e revelou um índice de 1,4, que representava estado de alerta em relação à infestação do Aedes aegypti.

A coordenação do CCZ pede que a população colabore com o trabalho dos agentes, indicando os locais da residência que possam conter recipientes que juntam água e ajudem na sua eliminação, evitando assim a proliferação das larvas do vetor.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde