Programa Meu Pet Feliz registra mais de 1.100 castrações de cães e gatos
Atualizado em 11/01/2019 - 17:52
CCZ castração de cães e gatos  11 01 2019
As primeiras castrações do ano foram realizadas, nesta sexta-feira, no Centro de Controle de Zoonoses - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Nei José Sant'Anna
Secretaria de Saúde

O Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de São José dos Campos realizou, nesta sexta-feira (11), 87 castrações de cães e gatos inscritos no programa Meu Pet Feliz. Esta foi a primeira castração realizada em 2019.

Luiza Leonardo Zampola, moradora do Jardim Oriente, já teve três cachorros castrados. Nesta sexta, ela levou o cão Valente, que veio de uma de uma ninhada de seis filhotes. “Decidi realizar a castração para que ele fique mais calmo”, disse.

Luciano Prado, morador da Vila Nair, levou os cachorros Fabiano e Belinha, que pertencem a um amigo. Belinha foi abandonada em uma obra perto de sua casa e, desde então, recebe cuidado dele e de trabalhadores do local. “Decidi inscrevê-la para castração para evitar que cruze com algum cachorro e acabe tendo filhotes na rua”, afirmou.

Adriana Angélica Reis da Silva, auxiliar de enfermagem, moradora do Interlagos, levou o cachorro Pabi e a gata Vivi para castração. Os animais pertenciam à filha, que mudou de casa após se casar. “Eles convivem juntos e dormem juntos”, contou.

Com as cirurgias realizadas nesta sexta, o programa Meu Pet Feliz já registrou mais de 1.100 animais castrados pelas 3 clínicas credenciadas para a realização dos procedimentos. O programa prevê a realização de 5.000 castrações gratuitas no período de 1 ano.

As próximas castrações serão realizadas no dia 11 de janeiro. A coordenação do programa lembra que, ao receberem o e-mail de convocação, os tutores devem comparecer ao CCZ para a assinatura de documentos com a confirmação da data do agendamento da cirurgia. A medida visa reduzir o número de faltas.

Lançado em agosto, o programa Meu Pet Feliz tem o objetivo de estimular a saúde e o bem-estar de cães e gatos. É um programa permanente de castração e cadastro, que integra a política de bem-estar animal, com ênfase nas questões que envolvem a posse responsável.

Além do controle populacional, o programa promove a identificação destes animais, através da microchipagem, com vistas a minimizar abandonos, maus tratos, furtos, entre outros.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde