Hospital Municipal apresenta novo Centro Obstétrico totalmente reformado
Atualizado em 26/02/2019 - 18:21
Novo Centro Obstétrico com novas salas de parto normal, no Hospital Municipal. Larissa Freitas, 26 anos médica residente ( branco ) Rayssa Sales, 26 anos médica residente ( azul ) Carine Costa, 30 anos enfermeira obstetra ( cinza ). Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 26-02-2019
O novo Centro Obstétrico do Hospital Municipal foi totalmente reformado para melhor atender as gestantes - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Nei José Sant'Anna
Secretaria de Saúde

O Hospital Municipal Dr. José de Carvalho Florence, unidade da Prefeitura de São José dos Campos administrada em parceria com a SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina), apresentou nesta terça-feira (26) seu novo Centro Obstétrico totalmente reformado para melhor acolher as gestantes da rede pública de saúde do município. O atendimento no novo local começa após o Carnaval.

O Centro Obstétrico foi reformulado, passando a contar com 14 leitos de pré-parto, 5 salas de parto normal PPP (pré-parto/parto/puerpério), sendo 1 quarto com banheira e 3 salas exclusivas de cesárea. Com isso, serão incrementadas práticas alternativas para alívio da dor, com a utilização da água, massagens e técnicas de cromoterapia.

Também foi criado um serviço dedicado de analgesia para alívio da dor de parto. O modelo também possibilita o acompanhamento integral do trabalho de parto da mulher.

O investimento da Prefeitura no HM, para garantir a ampliação do atendimento obstétrico, foi de R$ 1 milhão -- recurso utilizado na reforma de espaços e aquisição de equipamentos.

A ampliação do setor de obstetrícia do HM começou em dezembro do ano passado, depois que o Hospital Antoninho da Rocha Marmo deixou de atender os pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) por opção própria. Assim, o HM assumiu toda a demanda da rede pública, praticamente dobrando sua capacidade de atendimento.

A primeira etapa deste novo modelo começou com a ampliação dos leitos da maternidade, que passaram de 36 para 72, entre os quais 14 leitos individuais. A unidade, que antes fazia cerca de 330 partos e 70 outros procedimentos ginecológicos por mês, agora realiza 500.

Foi criada também uma nova ala de Pronto Atendimento obstétrico, com 2 consultórios, 1 sala de classificação de risco, sala de ultrassom, sala de espera para exames e 2 sanitários. O espaço ficou mais próximo da recepção do Pronto Socorro, facilitando o acesso e o acolhimento das gestantes.

No Hospital Municipal também funciona o Ambulatório da Mulher, que realiza atendimentos ambulatoriais a mulheres em situação de risco, como acolhimento a pacientes com diagnóstico de câncer de mama, diagnóstico de câncer de colo uterino, vítimas de violência sexual e violência doméstica, além de gestantes de alto risco e exames diversos.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde