Documentário sobre universo LGBT será lançado nesta quinta no Galpão Altino
Atualizado em 21/02/2019 - 10:26
Fundação Cultural Cassiano Ricardo
O filme foi produzido a partir de discussões e oficinas realizadas com estudantes da rede pública de ensino - Arte: Divulgação - Foto: Divulgação

Avelino Israel
Fundação Cultural Cassiano Ricardo

Diversidade, identidade de gênero, respeito e tolerância são os temas retratados no documentário "Tem LGBT Aqui", que será lançado nesta quinta-feira (21), às 20h, no Galpão Altino, no Parque da Cidade, em Santana (região norte), com entrada gratuita. O documentário foi viabilizado pelo Fundo Municipal de Cultura (FMC), gerido pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo. A classificação é livre.

O filme foi produzido como resultado de discussões e oficinas realizadas durante um ciclo de palestras sobre diversidade e gênero, envolvendo alunos do ensino médio com idade a partir de 15 anos, de escolas estaduais, da Fundação Casa, do Centro de Ressocialização Feminina, da Fundação Hélio Augusto de Souza (Fundhas) e de casas de cultura da Fundação Cultural.

Uma equipe multidisciplinar esteve à frente desse trabalho, composta por Kiara Medina, precursora do movimento LGBT na cidade, Murilo Magalhães, jornalista, ativista e membro do Conselho Municipal de Juventude, e Tamires Arantes, assistente social, professora universitária e educadora.

“O documentário contém uma pequena amostra do que foi este projeto ao longo do seu percurso e contribui para o debate sobre o tema, envolvendo outros segmentos da comunidade e não só a comunidade LGBT. É um desafio histórico de combate ao preconceito, de respeito à vida e liberdade ao amor”, destacou Tamires Arantes.

A coordenação do projeto programou para os meses de março e abril mostras de curtas metragens, com exibições de diversos trabalhos na mesma temática. As datas serão divulgadas nas redes sociais do projeto.

 

Galpão Altino

Av. Olivo Gomes, 100 – Parque da Cidade – Santana

(12) 3924-7300


MAIS NOTÍCIAS
Fundação Cultural Cassiano Ricardo