Drones garantem mais segurança e apoiam ações de saúde
Atualizado em 24/12/2019 - 09:40
Drone da GCM no Parque da Cidade. Foto: Claudio Vieira/PMSJC 12-12-2019
Drone da GCM tem sido utilizado em patrulhamentos da corporação, monitoramento em eventos com grande concentração de pessoas e em ações de saúde, trânsito e preservação ambiental; tecnologia de ponta que tem contribuído para melhoria do serviço público - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Cláudio Souza
Secretaria de Proteção ao Cidadão

Tecnologia de ponta a serviço da população. A Prefeitura de São José dos Campos tem utilizado drones para monitoramento de eventos com grande concentração de pessoas, ações de segurança pública, gerenciamento de áreas de risco e atividades nas áreas de saúde, preservação ambiental e trânsito.

São três aparelhos, sendo dois da Secretaria de Proteção ao Cidadão para ações da GCM (Guarda Civil Municipal) e da Defesa Civil e um da Secretaria de Gestão Habitacional e Obras.

Todos eles realizam filmagens em alta resolução que têm sido úteis na prevenção e na definição de novas ações.

O drone da GCM já monitorou o público em eventos de grande porte como os shows do aniversário de São José no Parque da Cidade e da Festa do Trabalhador do 1º de Maio, no Novo Horizonte, além de edições do Conexão Juventude.

Também tem sido disponibilizado no apoio em patrulhamentos, permitindo inclusive o acompanhamento de viaturas em movimento e auxiliando atividades preventivas.

Segurança ampliada

Contribui ainda na preservação de locais de ocorrências por meio da vistoria de perímetro, orientando a movimentação dos guardas na identificação de suspeitos e nos obstáculos a serem vencidos. O drone chega antes no local da ocorrência e serve para orientar toda a operação.

Toda imagem é gravada em HD para estudo, arquivo e compartilhamento.

O uso desta tecnologia de ponta é mais uma ação do programa São José Unida, criado em 2017 para reunir as forças de segurança do município com o objetivo de prevenir e reduzir os índices de criminalidade, o que tem acontecido mês a mês de acordo com as estatísticas divulgadas pela SSP (Secretaria de Estado da Segurança Pública).

Compartilhando recursos

Com o objetivo de cumprir uma das premissas da atual Administração, que é o compartilhamento de recursos entre as secretarias para melhoria do serviço prestado à população, o drone da GCM também já foi utilizado em 2019 para trabalhos de combate à dengue da Secretaria de Saúde e atividades de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana e de preservação ambiental da Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade, entre outras ações.

"Atualmente, a tecnologia de ponta é indispensável nas ações de segurança pública. O drone da GCM tem sido muito útil no nosso dia a dia e aumentou o grau de eficiência de nosso trabalho", disse o comandante da GCM, Elvis de Jesus.

"E também tem contribuído para ações importantes de outras secretarias, garantindo um serviço de excelência para a população em áreas muito importantes como saúde, mobilidade urbana e preservação ambiental", completou.

Drone da Defesa Civil tem sido utilizado em monitoramento de áreas de risco e vistorias em locais de difícil acesso

Defesa Civil

Já o drone da Defesa Civil tem sido empregado para o gerenciamento e monitoramento de áreas de risco, vistorias em locais de difícil acesso e para obter uma visualização mais ampla nos casos de desastres naturais.

Será a primeira vez que será utilizado na Operação Chuvas de Verão, que teve início no último dia 1º de dezembro e prossegue até 31 de março.

"O drone vai onde nossos agentes e voluntários não conseguem chegar. Com as imagens que temos obtido, fazemos a prevenção e planejamos ações que contribuirão para preservar vidas e garantir mais segurança para a população", afirmou o supervisor da Defesa Civil, Orlando Santos.

Regulamentação

A operação no país é regulamentada pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). Os aparelhos são cadastrados no órgão.

Toda decolagem deve ser precedida da elaboração de um plano de voo pelo operador e seguida de aprovação pela Anac. A exigência tem o objetivo de garantir a segurança de voo na área de sobrevoo do drone, onde podem estar circulando aviões e helicópteros.

A utilização destes aparelhos em São José foi regulamentada pela lei municipal 9.846, que foi sancionada em novembro de 2018.

Outras tecnologias

GCM

Videomonitoramento: 2 bases móveis de videomonitoramento integrado. Cada uma tem 6 câmeras, que garantem filmagens em 360 graus, com visão panorâmica.

Cidade Inteligente: Atualmente, o COI (Centro de Operações Integradas) possui 493 câmeras de monitoramento. Já foi assinado o contrato para implantação de solução de Cidade Inteligente (SCaaS – Smart City as a Service), com 1.000 câmeras com inteligência por toda a cidade, interligação semafórica, antenas de wi-fi com internet gratuita à população e a criação de um CSI (Centro de Segurança Integrada) com o objetivo de ampliar ainda mais a segurança no município.

• 40 tablets para agilizar e otimizar o recebimento e atendimento de ocorrências.

Defesa Civil

• Pluviômetros: Em São José existem pluviômetros automáticos instalados nos bairros Buquirinha, Chácara Boa Vista, Freitas, Vila Paiva, Jardim Santa Matilde/Vila Cândida e Altos de Santana, todos na região norte. Há equipamentos também no Rio Comprido (sul), Residencial Flamboyant e São Leopoldo (sudeste) e Jardim Jussara/Jardim Paulista (leste)

• O objetivo é ampliar e complementar a rede de monitoramento pluviométrico para subsidiar a emissão de alertas de desastres naturais, os quais contribuem para a redução de danos e perdas humanas

• Os aparelhos medem a quantidade e a intensidade das chuvas que possam deflagrar deslizamentos de terra, inundações e enxurradas

• Os pluviômetros integram uma parceria entre a Prefeitura e o Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais), que tem sede no Parque Tecnológico


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Proteção ao Cidadão