Teatro transforma vidas e estimula sonhos no Pinheirinho
Atualizado em 06/09/2019 - 18:02
Alunos da Emef Maria Antonieta Ferreira Payar assistem à atração teatral BuZum! Foto: Claudio Vieira/ PMSJC. 07-08-2019
Um ônibus-teatro, crianças assistindo uma peça pela primeira vez e professores estimulados: o resultado foi um dia mágico na escola do Pinheirinho - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Cláudio Souza
Secretaria de Educação e Cidadania

Um dia mágico, cheio de cores, histórias, cultura, interação e alegria. Os alunos da Emef Maria Antonieta Ferreira Payar, no Residencial Pinheirinho dos Palmares, na zona sudeste de São José dos Campos, desfrutaram nesta quarta-feira (7) de um momento único em suas vidas ao assistirem à atração teatral BuZum!

Com o objetivo de oportunizar lazer e cultura, a companhia teatral itinerante (ônibus-teatro) que circula o Brasil realizou sete sessões gratuitas do espetáculo "Curumim Mani: a origem da mandioca".

Em 20 minutos de peça, os estudantes acompanharam uma homenagem à cultura indígena, aos costumes deste povo e à relação deles com a fauna e a flora regional brasileira (confira a galeria de fotos abaixo).

O BuZum! se apresenta pela Secretaria Especial da Cultura – Ministério da Cidadania, por meio da Lei Rouanet. Já circulou mais de 350 mil quilômetros para realizar 10 mil apresentações para mais de meio milhão de espectadores em 2.000 escolas públicas de 250 cidades em nove estados brasileiros, além de Porto Suarez, na Bolívia. 

E a magia continuará nesta quinta-feira (8), desta vez no Cedin (Centro de Educação Infantil) Maria Aparecida Segolin de Rezende, também no Residencial Pinheirinho, com mais sete sessões.

Veia artística

Durante as apresentações desta quarta, não faltaram olhos arregalados, ouvidos atentos, sorrisos abertos, gritos de alegria. E, o mais importante, um estímulo à 'veia' artística dos pequeninos.

Após assistirem à primeira peça teatral de suas vidas, Cauê Rodrigues, Erislene Nascimento Nunes e Marla Gomes, todos com 10 anos, não têm mais dúvida: querem ser artistas quando crescerem.

"Sempre quis ser atriz, mas nunca tive a oportunidade de assistir uma peça de teatro. Depois de hoje, a vontade de ser artista aumentou", disse Erislene.

"Quando vi por fora achei que era apenas mais um ônibus. Quando entrei, vi um mundo novo. É como se eu tivesse entrado em um local onde só existe brincadeira. Foi muito legal. Gostei de tudo", completou.

Estímulo

Cauê e Marla também ficaram impressionados com a história da origem da mandioca, que vão repassar para seus familiares e amigos.

"Achei a peça da hora. O que mais gostei foi quando descobriram a mandioca. Tenho vontade de trabalhar como ator quando crescer. Com a peça, fiquei ainda mais estimulado para realizar este sonho", afirmou Cauê.

"Foi uma experiência muito legal esta primeira vez no teatro. Espero que tenhamos outras oportunidades como esta aqui na escola. Adoraria ser atriz quando crescer", disse Marla.

A brincadeira continua

Cauê, Erislene, Marla e seus colegas não ganharam apenas um dia especial e motivação para o sonho de seguirem carreira artística: após os espetáculos, receberam livros com bonecos e peças para montar a peça que assistiram e recontar esta história, além de um livro em quadrinhos do Buzum! com desenhos para colorir após cada história.

E os professores ganharam um livro com propostas de atividades pedagógicas para montagem de teatro de sombras para que a experiência desta quarta possa ser reproduzida.

"Adoraria representar esta peça. Vamos falar com os professores e com a diretora. Podemos fazer teatro aqui na escola e levar cultura para mais pessoas", afirmou Marla, sob os olhos atentos e brilhantes de Cauê e Erislene.

A diretora da escola, Eliza Maria Rodrigues de Macedo, gostou da ideia.

"Foi um dia especial. Os alunos estavam ansiosos desde que falamos que teria a peça aqui na escola. Ações como esta elevam a autoestima dos alunos. Depois de hoje, eles serão diferentes. O teatro e a cultura transformam. Vamos ver o que podemos fazer para levar esta experiência também para os demais alunos."

Interação

Se para as crianças e professores da escola do Residencial Pinheirinho foi um dia mágico, para os atores Fabíola Gonçales, 34 anos, e Basílio Ludovico, 26 anos, a experiência não foi menos enriquecedora.

"Para os alunos foi a primeira vez no teatro, mas para nós também é como se fosse a primeira vez. Nunca sabemos o que vamos encontrar. E aqui foi muito especial. É muito revigorante poder levar a cultura popular para as crianças. É sempre emocionante e aprendo muito com esta interação", disse Fabíola.

"Estamos aqui fazendo diferença na vida destas crianças e isto não tem preço. Espero que eles tenham outras oportunidades de cultura como a de hoje, mas esta vai ser sempre marcante por ser a primeira. A peça é tão viva que é como se o ônibus estivesse andando", afirmou Ludovico.

"Depois que vamos embora, muitas crianças e estudantes que assistiram à peça continuam se correspondendo conosco via e-mail. Isto renova nossas forças e nos estimula a continuar."

Mudando vidas

Esta quinta (8) promete ser tão mágica quanto a quarta na escola do Pinheirinho.

Para as crianças do Cedin do mesmo bairro, será um dia encantado.

Afinal, como disse o grande ator, mímico e diretor teatral Jean-Louis Barrault, "o teatro é o primeiro soro que o homem inventou para se proteger da doença da angústia".

No Pinheirinho, este soro estimulou sonhos, tocou corações, mudou vidas. E, quem sabe, novos atores e atrizes para o Brasil. A cultura popular agradece.

Serviço

Cedin (Centro de Educação Infantil) Maria Aparecida Segolin de Rezende recebe a atração teatral BuZum!

Dia: 8 de agosto (quinta-feira)

Endereço: Rua Arlindo Ignácio, 101, Pinheirinho dos Palmares, zona sudeste 

Horário: Serão sete sessões. De manhã às 9h, 9h40, 10h20, 11h e à tarde, às 13h30, 14h10 e 14h50


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Educação e Cidadania