São José abre ciclo de palestras sobre violência doméstica
Atualizado em 05/08/2019 - 11:58
Palestra  13 anos Lei Maria da Penha  Creas Centro Norte  05/08/2019
Palestras e rodas de conversa sobre violência doméstica - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Juliana Costa
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão

O ciclo de palestras e rodas de conversa com o tema “Lei Maria da Penha e formas de Violência Doméstica”, em comemoração aos 13 anos da Lei Maria da Penha, começou nesta segunda-feira (5). Os encontros são voltados ao público em geral e às mulheres atendidas nas unidades de Cras (Centro de Referência de Assistência Social) e Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social). 

“Faz três meses que frequento o Creas e foi aqui que me senti acolhida. Aqui, me sinto mais forte também, tenho todo apoio que preciso, assim como a minha filha. Esses encontros com outras mulheres, que vivenciaram coisas como eu, são muito importantes e me ajudam a seguir em frente com a certeza de que tudo ficará bem”, afirmou uma participante que tem a identidade preservada.

As palestras irão abordar a violação de direitos, como violências física, psicológica, sexual, além da sensibilização e conscientização sobre a Lei Maria da Penha, que criou uma construção jurídica específica para evitar, prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher.

Os encontros também terão como objetivo instruir tanto as mulheres que sofreram algum tipo de violência quanto as pessoas que ficam sabendo de alguma situação. E as incentiva a procurarem ajuda, denunciando a pessoa que cometeu tal violência para que ela possa ser punida de acordo com a lei.

A Lei Maria da Penha foi criada em 7 de agosto de 2006.

“É importante esse tipo de encontro porque podemos ajudar, com um bate-papo, as mulheres a identificarem os tipos de violência, incentivarem a falar sobre o assunto. Esse é um caminho muito eficaz para tratarmos de assuntos como a violência doméstica”, concluiu a palestrante Hila Andrade, advogada e presidente da política criminal e penitenciária.

A iniciativa conta com a participação dos advogados da OAB e o objetivo é fortalecer as pessoas por meio de conhecimento e reconhecimento da violação de direitos.

Todas as palestras são abertas ao público.

Programação

Dia 5
9h - Creas Centro-Norte (Rua Sebastião Humel, nº 523, Centro)
14h - Creas Leste (Praça José Molina s/n– Vila Industrial)                                                                                             

Dia 6
9h - Creas Sul (Rua José Bento de Moura, 254 – Bosque dos Eucaliptos)
14h - Cras Centro (Rua Humaitá, 484)

Dia 8
9h - Cras Vista Verde (Rua Cidade de Washington, 113)
14h - Cras Parque Nova Esperança (Avenida Carlos Alberto de Andrade Silva, 475)                                                                                                                                                                  

Dia 9
9h - Cras Eugênio Melo (Rua Juvenal dos Santos, 15, Galo Branco)
14h - Cras Parque Santa Rita (Praça Hélio Dias, 30)

Dia 12
9h - Cras Dom Pedro 1º (Rua Edilson Sabino dos Santos, 181)
14h - Cras Anhembi (Rua Serra do Roncador, 210)

Dia 13
9h - Cras Alto da Ponte (Rua Alziro Lebrão)

Dia 15
9h - Cras Pernambucano (Avenida João Rodolfo Castelli, 4.000)
14h - Cras Jardim Mariana 2 (Avenida Mariana de Andrade, 92)

Dia 16
9h - Cras São Francisco Xavier (Rua 15 de Novembro, 870, São Francisco Xavier)


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão