Estudantes de quatro escolas do Cidade Cidadã fazem City Tour
Atualizado em 27/08/2019 - 15:46
City tour no Mabe   22 08 2019
Estudantes da EE Valmar Lourenço Santiago conhecem a tecnologia desenvolvida em São José dos Campos exposta no MAB - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Wagner Matheus
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida

Estudantes de ensino médio de quatro escolas estaduais de São José dos Campos percorreram durante a semana passada pontos turísticos do município que fazem parte do City Tour organizado pela Prefeitura. Os passeios foram realizados de terça-feira (20) a sexta-feira (23) e abrangeram as escolas que estão participando do Programa Cidade Cidadã, organizado pela Assessoria de Programas para a Juventude.

As escolas estaduais participantes até agora são a Lourdes Maria de Camargo, no Jardim Colonial, região sul; Yoshiya Takaoka, na Vila Paiva, região norte; Valmar Lourenço Santiago, no Campos de São José, região leste; e Estevam Ferri, no Monte Castelo, região central.

O Cidade Cidadã foi lançado no dia 24 de junho. A visita a pontos turísticos e culturais de São José foi incluída como um estímulo para que os estudantes se interessem pela história e pelas possibilidades que a cidade oferece à população.

O roteiro das visitas foi elaborado especialmente para os estudantes do Cidade Cidadã e incluiu o Memorial Aeroespacial Brasileiro (MAB), o 1º BPMI (Batalhão de Polícia Militar do Interior), com passagem pelo Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) e Copom (Centro de Operações da Polícia Militar), e finalizando no Parque Ribeirão Vermelho, na região oeste. O roteiro foi cumprido em cerca de quatro horas, com micro-ônibus do City Tour embarcando os estudantes em cada escola e finalizando o passeio no mesmo local.

Interesse

Na quinta-feira (22), a turma foi composta por cerca de 15 alunos da Escola Estadual Valmar Lourenço Santiago. Eles estavam acompanhados pela professora de história Mariana Castro Teixeira, de 34 anos. Ela aprovou a atividade.

“É uma experiência muito boa para eles visitar pontos turísticos da cidade. Primeiro, por saírem do bairro e, segundo, por poderem conhecer outros aparelhos culturais. Isto faz a gente se construir como cidadãos”, ressaltou a professora, sugerindo que novos pontos culturais, como os museus do Folclore e de Artes Sacras, sejam incluídos no roteiro dos estudantes.

Gabrielle Maciel, 17 anos, moradora no Campos de São José e cursando o segundo ano do ensino médio na Valmar Santiago, ficou muito interessada na exposição do MAB, composta por aeronaves – como o Bandeirante – e exemplos de desenvolvimento tecnológico realizado em são José em várias épocas, como carro a álcool, urna eletrônica, mísseis e foguetes.

“Eu sabia que tudo isso existia, mas nunca tinha visto com meus próprios olhos essas coisas que foram criadas antes de mim”, afirmou a estudante. “O que mais me chamou a atenção foram as bombas e o combustível sólido. Sempre me interessei por bombas e mísseis”, concluiu.

Lucas Araújo, 16 anos, estudante do primeiro ano do ensino médio e também morador no Campos de São José, apreciou o passeio, mas revelou que está muito entusiasmado com a possibilidade de estudar e definir equipamentos urbanos para o seu bairro, o que poderá ser feito por meio de um estudo de georreferenciamento conduzido pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Especiais) na última fase do programa.

“Estou participando das reuniões com os representantes de sala e nós queremos indicar muitas melhorias para o nosso bairro”, avisou Lucas. A sua primeira opção já está feita: “O nosso bairro precisa de uma boa biblioteca, porque lá existem muitos pontos de tráfico de drogas e, recebendo bons conteúdos de informação, os jovens podem conhecer melhor a realidade e decidir pelo que é certo”.

Cidade Cidadã

Iniciado com quatro escolas estaduais, o Cidade Cidadã irá atingir mais estudantes ao longo do tempo. O programa tem três módulos: serviços, informação e cidadania.

O módulo de serviços leva aos estudantes o PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador), que fornece carteiras de trabalho; o Ciee (Centro de Integração Empresa-Escola) cadastra os interessados em programas de estágios e no Jovem Aprendiz; e a startup joseense Jobis divulga seu serviço gratuito de perfis para vagas de emprego.

O módulo de informação é um bate-papo descontraído sobre assuntos ligados à realidade da população jovem. A radialista Shirley de Souza faz a mediação entre os expositores e estimula ao máximo a participação dos estudantes com perguntas e comentários. As palestras são intercaladas por apresentações de música ao vivo. Os parceiros são as secretarias municipais de Saúde, Apoio Social ao Cidadão e Mobilidade Urbana, além da Polícia Militar e do CVV (Centro de Valorização da Vida).

O terceiro módulo do programa envolve o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Os representantes das escolas estão conhecendo a estrutura do instituto e, a partir daí, terão como missão elaborar o georreferenciamento dos equipamentos públicos existentes no entorno de suas escolas. Com as imagens de satélite de sua região, os estudantes escolherão as demandas prioritárias de novos equipamentos públicos para a comunidade.

O Programa Cidade Cidadã é uma realização da Prefeitura de São José dos Campos com base legal no Estatuto da Juventude e está sendo implantado em parceria com a Diretoria de Ensino de São José dos Campos. A gestão é da Assessoria de Programas para a Juventude da Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida