Empreendedorismo é tema de palestra para professores e alunos
Atualizado em 13/08/2019 - 15:16
Palestra com Davi Braga para alunos e educadores da rede municipal, aos 13 anos criou sua primeira empresa, uma startup de venda de material escolar online. Foto: Claudio Vieira/ PMSJC. 13-08-2019
Davi Braga compartilhou experiências de sua trajetória como jovem empreendedor com alunos e professores da rede municipal - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Paula Pessoa
Secretaria de Educação e Cidadania

“Empreender é o futuro do nosso país. Os jovens empreendedores vão dominar tudo no futuro. Preparar a juventude para ser empreendedora e para lidar com as mudanças é essencial”. A fala do jovem Davi Braga, 18 anos, reforça a importância da educação empreendedora que acontece nas escolas em São José dos Campos.

Na manhã desta terça-feira (13), Davi compartilhou experiências e sua trajetória profissional com cerca de 500 pessoas, entre alunos, professores e a equipe técnica da Secretaria de Educação e Cidadania, no Cefe (Centro de Formação do Educador), na região norte.

A palestra “Não existe idade para empreender” também foi transmitida ao vivo pelo canal no Youtube do Ledi (Laboratório de Educação Digital e Interativa). 

De forma descontraída, o jovem falou sobre a importância dos estudos e da determinação para alcançar sucesso na vida e inspirou os presentes.

“Fazer o que se ama e acordar feliz todo dia para empreender é importante para se ter sucesso. O sucesso é a construção de uma vida inteira”, destacou.

O palestrante listou ainda algumas características e habilidades dos empreendedores, como: empatia, visão crítica, liderança, iniciativa, criatividade e ‘acreditar que se pode ser o que quiser’.

Na plateia, alunos que participam das oficinas de empreendedorismo do Cedemp (Centro de Educação Empreendedora) se sentiram motivados com os aprendizados.

“Ouvir a experiência dele foi muito inspirador. Na escola recebemos todo o apoio necessário para os projetos de empreendedorismo”, disse Matheus Miguel Brasileiro Silva, 14 anos, da Emef Profª Vera Lúcia Carnevalli Barreto, de Santana.

A colega de Matheus, Maria Eduarda Oliveira Torres, 14 anos, concorda e destaca, “conhecer a experiência de alguém jovem e bem-sucedido nos motiva a estudar”.

Exemplo

Aos 13 anos, Davi criou sua primeira empresa, uma startup de venda de material escolar online. Sua história virou livro e ganhou repercussão nacional, fazendo com que ele se tornasse um exemplo de empreendedorismo.

Recentemente, o jovem vendeu sua empresa e se prepara para uma nova fase, vai fazer faculdade nos Estados Unidos. A palestra realizada em São José concluiu um ciclo de eventos realizados por Davi no Brasil.

“Eu gostaria muito de ter tido a oportunidade de aprender a empreender na escola, como acontece aqui em São José dos Campos, pois aprendi na prática, fazendo. Hoje vi jovens inspirados, querendo fazer projetos inovadores. Fico muito feliz por conhecer este modelo, que deveria ser aplicado em outros municípios. O público interagiu, percebi em alguns os olhos até brilhando de vontade de aprender”, afirmou.

Empreendedorismo nas escolas

Educação empreendedora faz parte do currículo escolar da rede municipal. Com o objetivo de estimular os alunos a pensarem novos caminhos por meio de ações inovadoras, concretas e transformadoras, a Prefeitura retomou, em 2017, programas de empreendedorismo para alunos com idades entre 4 e 14 anos.

Entre as metas do programa estão: estimular o surgimento de jovens empreendedores, criar vínculos entre empreendedores, futuros profissionais e investidores, consolidar a região como incentivadora do empreendedorismo, além de criar oportunidades de intercâmbio entre empreendedores, facilitadores e investidores.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Educação e Cidadania