Arco da Inovação avança com obra de fundações e alargamento
Atualizado em 05/04/2019 - 17:56
Obras do Arco da Inovação - Ponte Estaiada. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 05-04-2019
As máquinas estão trabalhando com força total na construção do Arco da Inovação - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Cláudio Ribeiro
Secretaria de Gestão Habitacional e Obras

Quem passa pela rotatória do Colinas, na região oeste de São José dos Campos, percebe que a ponte estaiada vai ganhando contornos. A construção do Arco da Inovação avança com as obras de fundações nas proximidades do shopping e do hipermercado.

As equipes estão executando blocos de fundação nos acessos. Nos próximos dias, começa a execução do arco e dos pilares.

O alargamento na avenida Jorge Zarur no sentido Urbanova, próximo à concessionária de automóveis, também caminha em ritmo acelerado. O próximo serviço será o reforço do subleito em frente a um hotel e um condomínio nas proximidades. As equipes vão retirar o solo mole e colocar material de base com capacidade para suportar o tráfego de veículos na via.

Devido às obras em execução, os motoristas precisam ficar atentos para o estreitamento de faixas em alguns pontos da avenida Jorge Zarur. A orientação aos condutores é respeitar a sinalização e reduzir a velocidade ao passar pelos trechos com serviços em andamento.

Todas as frentes de trabalho no entorno da rotatória do Colinas interferem nas condições de trânsito da região, especialmente nos horários de pico. Por isso, a Prefeitura recomenda a utilização das rotas alternativas, sobretudo ao condutores que utilizam o local apenas como passagem.

A ponte estaiada, que ligará a avenida Jorge Zarur às avenidas São João e Cassiano Ricardo, vai desafogar o trânsito no principal ponto de congestionamento da cidade e beneficiar motoristas e passageiros do transporte coletivo. Mais de 60 mil trabalhadores passam pelo trecho em 1.246 viagens de ônibus todos os dias.

Única no Brasil em arco e curva, a ponte estaiada é um método de construção mais eficaz e econômico, além de ser menos agressivo ao meio ambiente. Sob a ponte na rotatória do Colinas serão construídos dois viadutos (superior e inferior) em formato de X. O complexo viário terá ainda uma ciclovia de 3,6 quilômetros de extensão, que ligará a avenida Linneu de Moura à passarela da via Dutra.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Gestão Habitacional e Obras