Mecânica de Bikes é opção de qualificação profissional na Fundhas
Atualizado em 02/05/2019 - 16:11
Curso de Mecânica de Bike na Fundhas. Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 22-04-2019
Curso de Mecânica de Bicicleta da Fundhas oferece profissionalização de qualidade e incentivo ao empreendedorismo - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Paula Pessoa
Fundhas

Magrela, bike ou nave. A bicicleta é conhecida por vários nomes entre os ciclistas. O meio de transporte econômico e sustentável ganha cada vez mais espaço nas grandes cidades. Para atender a esse nicho do mercado, com profissionalização de qualidade e incentivo ao empreendedorismo, a Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza) oferece o curso de Mecânica de Bikes, no Parque Industrial, para os adolescentes atendidos. 

Os alunos, com idades entre 15 e 18 anos, têm aulas duas vezes por semana na oficina especializada. Entre lições teóricas e práticas, o grupo com 24 adolescentes recebe capacitação para conserto de bicicletas, instalação de peças e acessórios, alinhamento, nivelamento, lubrificação, conservação, manutenção e ajustes de peças e modelos diversos. As normas técnicas, ambientais, de qualidade e segurança também são abordadas.

As aulas acontecem sob orientação do educador social Anderson Santos, formado em Mecânica e Elétrica automotiva, com certificação na escola Park Tool, no segmento de manutenção de bicicletas. Para ele, além do aprendizado técnico, os alunos trocam experiências e aprendem valores fundamentais para o desenvolvimento humano e a formação como cidadãos.

“Este curso é praticamente único na região. Oferecemos o melhor aos alunos para que eles possam se desenvolver como pessoas e profissionais. E para atuar no mercado que, atualmente, tem a bicicleta como grande estrela da mobilidade urbana”, comenta o educador.

Jonathan Rafael da Silva tinha seis anos quando entrou na Fundhas. Com essa idade,  já gostava de bicicletas. Hoje, 10 anos depois, aproveita as aulas na oficina já pensando na profissão futura.

“Sempre gostei de mexer em bike. Quando fiquei sabendo do curso, já quis logo participar. Tinha dificuldade em aprender algumas coisas, mas, da forma que o professor fala, eu consigo aprender e estou gostando muito. O mais difícil é mexer no câmbio. Estou aprendendo, quem sabe não abro uma oficina um dia?”, disse o jovem.

João Victor dos Santos tem a mesma idade do colega Jonathan, mas está há pouco mais de um ano na Fundhas. Para ele, a oficina é um destaque no curso.

“O espaço aqui é muito legal, apropriado para aprender, fresco e arrumado. Aprendo muita coisa nova. Comecei a gostar de bike aqui na Fundhas. Antes, eu mexia porque precisava, quase na raiva mesmo, hoje tenho calma e paciência."

O curso é uma opção porque tem pouca oficina no meu bairro. Posso abrir uma e as pessoas não vão precisar ir para longe”, comenta.

“Aqui na Fundhas, é tudo na parceria. Na oficina, todos se dão bem, se ajudam, sem discussão. Trabalhamos e aprendemos de um jeito tranquilo”, completa.

A Fundhas

Ao longo dos 32 anos de existência, a Fundhas contribuiu com a formação de mais de 30 mil crianças e jovens que viram em seus projetos a possibilidade de realizar sonhos e de crescimento profissional.

Nos últimos dois anos, a Fundhas registrou aumento de 28,41% no atendimento, tendo 6.038 pessoas atendidas na cidade em 2018. Atualmente, mais de 4.600 munícipes são atendidos.

A Deca (Divisão Especializada em Criança e Adolescente) é responsável por 10 unidades, atendendo dos 6 aos 14 anos. Enquanto a DE (Divisão de Empregabilidade), com quatro unidades, é administrada pelo Cephas (Centro de Educação Profissional Hélio Augusto de Souza) e oferece cursos de qualificação profissional.

Com atuação no contraturno escolar, a Fundhas oferece projetos voltados à música, dança, teatro, artes e um cuidado especial no reforço escolar. Todos os atendidos recebem gratuitamente alimentação, uniforme e transporte.

O Cephas é um Centro Educacional da Fundhas que tem como finalidade oferecer educação profissional através de cursos de formação inicial e continuada, programa de aprendizagem profissional e de cursos técnicos de nível médio.


MAIS NOTÍCIAS
Fundhas