Fitness Day lota o Centro da Juventude neste sábado
Atualizado em 29/04/2019 - 09:09
Fitness Day no  Centro da Juventude 27 04 2019
Fitness Day fez a alegria de muita gente no Centro da Juventude na manhã deste sábado - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Rodrigo Luiz Ribeiro
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida

Para muitos, acordar cedo para fazer atividade física é um grande desafio. Não para os alunos de ginástica, adultos e da terceira idade, das unidades esportivas da Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida de São José dos Campos.

Na manhã deste sábado (27), eles participaram do Fitness Day, evento que também reuniu crianças, jovens e muitas famílias, no Centro da Juventude, região sul da cidade. As amigas Silvia Machado, de 78 anos, e Maria Olímpia, de 75, frequentam a unidade esportiva do Jardim Paulista, na região central, e acordaram cedo para irem ao evento.

“Acabei de fazer o teste de pressão arterial e glicemia e está tudo bem (risos)”, contou Maria, que é vizinha da amiga no mesmo bairro da unidade.

“A cabeça não pode parar. Não faço (atividade física) para emagrecer, mas porque é uma terapia para o corpo e a mente. Não fico em casa, não sou uma velha sumida, sou uma velha assumida (risos)”, completou Silvia.

Além de muita atividade física, coordenada pelos professores da Secretaria, o público teve à disposição oficina de artesanato da FCCR (Fundação Cultural Cassiano Ricardo), massagem laboral, avaliação física pelo CMAF (Centro de Medidas e Avaliação Física), aferição da pressão arterial e glicemia pela Socesp (Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo), nutricionistas do Programa Atleta Cidadão e testes de memória pelo Viva Melhor.

Difícil também foi encontrar uma pausa nos exercícios do Geraldo Luis dos Santos, de 68 anos, para conversar. O morador do Jardim Oriente, na região sul, começou o evento se alongando na “galera do fundão” e em poucos minutos, estava dançando na frente do palco, com um fôlego de dar inveja.

“Já fiz a minha avaliação médica e está tudo ótimo. Tem gente que fica em casa vendo TV. Eu vim pra cá e ainda frequento a Casa do Idoso da zona sul. Lá, faço violão, dança e ainda temos o baile de forró”, contou Geraldo. “A Casa do Idoso é uma benção na nossa vida. Faz bem para o corpo e a mente”, concluiu.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida