Seminário de Educação Especial reúne mais de 600 educadores
Atualizado em 26/04/2019 - 10:28
SEMINARIO DE EDUCAÇAO ESPECIAL - 25-04-2019 - LUCAS CABRAL
O Seminário da Educação Especial 2019 abordou temas como: Dificuldades de Aprendizagem, Transtorno do Espectro Autista e as Intervenções Educativas com Alunos Dotados e Talentosos, atendidos pelo Programa de Desenvolvimento do Potencial e Talento (Decolar) - Foto: Lucas Cabral/PMSJC

Gisele Lopes
Secretaria de Educação e Cidadania

Cerca de 600 professores se reuniram nesta quinta-feira (25), no Centro de Formação do Educador (Cefe), para um seminário com o objetivo de atualizar os educadores da rede de ensino municipal que atuam na Educação Especial sobre aprimoramento e novas tendências educacionais.

Promovido pela Prefeitura de São José dos Campos, por meio da Secretaria de Educação e Cidadania, o Seminário da Educação Especial 2019 abordou temas como: Dificuldades de Aprendizagem, Transtorno do Espectro Autista e as Intervenções Educativas com Alunos Dotados e Talentosos, atendidos pelo Programa de Desenvolvimento do Potencial e Talento (Decolar), visando o processo de inclusão.

O tema “Experiências de Intervenção Educativa na atuação do professor facilitador”, ministrado pela Profª Rosielly Barbosa Valverde, ofereceu aos professores orientações sobre estratégias de atendimento dos alunos com capacidade elevada, além das formas para contribuir com o desenvolvimento do domínio e capacidade dos estudantes.

O tema metodologia, didática e classificadores, com Priscilla Roberta de Oliveira Gaspar, orientou professores e interpretes da EMEF “Profª Maria Aparecida Santos Ronconi” quanto à visualidade dos surdos. A ação contou ainda com oficina de classificadores em Língua de Sinais.

Ampliar o repertório de práticas educativas capazes de compreender as singularidades dos alunos com Transtorno do Espectro Autista, bem como ofertar embasamento teórico e sugestões de práticas pedagógicas inclusivas foram abordados por Cintia Hosoume, com a  palestra Conversando sobre o Transtorno do Espectro Autista.

Laura Monte Serrat Barbosa, abordou a atuação psicopedagógica na instituição escolar, nos contextos: familiar, educacional e pedagógico, com o objetivo de proporcionar avanços na aprendizagem dos alunos que apresentam dificuldades, distúrbios ou transtornos de aprendizagem.

No seminário os educadores também aprenderam como localizar o potencial elevado na faixa etária correspondente à infância e adolescência, por meio de sinais no cotidiano da escola regular com a Dra. Rosimeire dos Santos

 


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Educação e Cidadania