Encontro de Malabares e Circo fortalece o trabalho de artistas circenses
Atualizado em 02/04/2019 - 12:06
Fundação Cultural Cassiano Ricardo
Artistas circenses de São José durante visita ao Centro de Memória do Circo, localizado em São Paulo - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação

Avelino Israel
Fundação Cultural Cassiano Ricardo

O Encontro de Malabares e Circo, que vem sendo realizado pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo todas as terças-feiras, no Centro da Juventude, tem reunido um bom número de profissionais para troca de experiências e aprimoramento artístico, até mesmo de fora da cidade. Na última quarta-feira (27), um grupo de 15 representantes da área visitou o Centro de Memória do Circo (CMC), em São Paulo.

Alair Contal, conhecido como palhaço Pilim, com 60 anos de trajetória na profissão, foi um dos que participou da visita. “Foi a primeira vez que fui ao local, mesmo após tantos anos de carreira. A iniciativa foi ótima, pois mantém viva a memória circense. Ainda tive a oportunidade de rever vários amigos que não via há muitos anos”.

Outro artista que participou da visita foi Érick Rodrigues, conhecido como palhaço Pimentinha. “Foi surreal, pois levamos nossos ‘trapalhaços’ para o encontro com pessoas do meio, onde ainda tivemos o privilégio de cortejar, à moda antiga, algo que os atuais circos não fazem mais”, conta. “Continuamos com nosso trabalho de manter o circo vivo e homenagear mestres antigos, como o próprio Pilim”, completa.

O CMD foi inaugurado em novembro de 2009 e está localizado no Centro Cultural Olido, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo. É o primeiro centro de memória do Brasil, consagrado exclusivamente ao circo e suas artes.

Encontros do mês

Os encontros de abril estão marcados para os dias 2, 9, 16, 23 e 30 a partir das 18h. A atividade proporciona a troca de técnicas de malabarismo e de circo, de maneira livre e prazerosa, estimulando a arte circense e integrando os artistas e o público. A proposta é cada edição tenha a participação e orientação de dois artistas.

O palhaço Pimentinha é um dos artistas confirmados para este mês. Para ele, “a atividade é uma oportunidade em que profissionais e iniciantes trocam dicas, curiosidades e práticas, o que faz com que o público admire a arte e respeite seus artistas e materiais de trabalho, além de criar novos polos para a prática”.

O encontro é aberto ao público e coordenado pelo Núcleo de Ação Cultural Descentralizada (NACD), da Fundação Cultural.

Programação

Dia 2: Barruchi e Sil

Dia 9: Babalu e Pimentinha

Dia 16: Guilherme de Lira e Helo

Dia 23: Thierry e Yoyo

Dia 30: Barruchi e Sil

 

NACD – Centro da Juventude                         
Rua Aurora Pinto da Cunha, 131 – Jardim América
(12) 3932-8709


MAIS NOTÍCIAS
Fundação Cultural Cassiano Ricardo