Feira de adoção atrai apaixonados por pets em São José
Atualizado em 29/09/2018 - 15:06
A Prefeitura de São José dos Campos realizou neste sábado (29), a 9ª edição da Feira de Adoção de Cães e Gatos, promovida pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses). Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 29-09-2018
Adoção responsável contribui para o bem estar dos pets e alegra as famílias - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Paula Pessoa
Secretaria de Saúde

A 9ª edição da Feira de Adoção de Cães e Gatos, promovida pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) neste sábado (29), atraiu moradores de diversas regiões da cidade para uma causa nobre.

A adoção responsável contribui para o bem estar dos pets e alegra as famílias, que passam a contar com um novo membro.

Este foi o motivo que levou a técnica em laboratório Vanessa Cardoso Pereira Vitti e a estudante Thaís Pereira Machado ao CCZ. Mãe e filha foram ao local após visualizarem uma publicação na internet sobre a feira.

No espaço, encontraram um filhotinho fêmea que será a nova companheira da casa. Thaís era só alegria segurando o pet, ainda sem nome e com apenas alguns meses de vida.

“É muito bom ter essa feira. Tem tanta gente querendo um animalzinho e sem saber como fazer para adotar. Eu e minha filha adoramos cachorro. Já temos uma, que também foi adotada, mas ela estava muito sozinha. Então, viemos aqui atrás de uma companhia e encontramos”, contou Vanessa.

A família dos irmãos Henrique e Fernando Ramos também acolheu um novo membro neste sábado. O macho Banguela, de pelos pretos e cerca de quatro meses, já recebia carinhos e afagos antes mesmo de ir para casa.

“Essa iniciativa da Prefeitura é muito importante. Quem cuida e gosta de animal pode vir aqui adotar um, pois eles dependem de nós. São amorosos, nos oferecem e nos pedem carinho. Essa troca deve ser mútua”, comentou o assistente administrativo Fernando Ramos.

“Perdemos uma cachorrinha há um tempo e queríamos outro. Agora, o Banguela será tratado como um filho”, destacou.

Os interessados em adotar algum animal nas feiras do CCZ precisam ser maiores de idade e comparecer ao local portando RG e CPF.

No evento deste sábado, 79 animais, entre machos e fêmeas, estiveram disponíveis, sendo 72 cães adultos, 18 adultos especiais e 15 filhotes, além de sete gatos, todos adultos. Todos os animais são vacinados, vermifugados e castrados (adultos).

Balanço

De janeiro de 2017 até hoje, 341 animais do CCZ já foram adotados (240 cães e 101 gatos). Em 2017, houve 174 adoções (126 caninos e 48 felinos) e neste ano já foram 167 adoções (114 caninos e 53 felinos).

Existem dois tipos de adoção. O primeiro para animais saudáveis e castrados, a maioria, onde é preenchido um Termo de Adoção, em que a pessoa toma ciência dos cuidados e da posse responsável em manter o animal devidamente vacinado, vermifugado, abrigado e alimentado adequadamente.

O outro tipo de adoção é para animais filhotes que não estão castrados, seja por idade ou por se encontrarem em meio ao protocolo de vacinação, ou animais especiais (que portam doenças crônicas ou físicas) que exigem cuidados maiores para a manutenção da sua saúde.

Neste caso, é feito um Termo de Adoção Direcionada, onde há compromissos com o CCZ para que sejam realizadas a castração e os cuidados preservados.

É permitido um período de experiência por 15 dias, em ambas as situações, para avaliação e adaptação do animal aos novos donos e moradia. Após esta etapa, o animal é considerado de fato adotado e não há possibilidade mais de devolução.

A sede do CCZ fica localizada à Rua George Willians, 581, Parque Industrial, na região sul.

 


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde