Curso aborda ferramentas para prevenção de desastres naturais
28/09/2018 - 16:51
Curso de Capacitação do Cemaden /Defesa Civil na região Norte  27 09 2018
Curso teve visita a área de risco na região norte do município para demonstração de como atua a Defesa Civil de São José - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Wagner Matheus
Secretaria de Proteção ao Cidadão

Agentes da Defesa Civil de três estados do país, pesquisadores, cientistas e pessoal técnico reuniram-se em São José dos Campos, durante quatro dias, para trocar informações e experiências visando melhorar a atuação desses órgãos na gestão de riscos e prevenção de desastres naturais.

O Curso de Capacitação Cemaden–Defesa Civil teve duas fases distintas. Na primeira, na segunda e terça-feira (dias 24 e 25), o Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais) demonstrou como devem ser utilizadas as suas avaliações.

O órgão não tem como missão fornecer previsões meteorológicas, mas usar as previsões de outros institutos para gerar avaliações de riscos de desastres naturais a partir de chuvas, ventos e outros fenômenos meteorológicos.

Os frequentadores conheceram a atuação da equipe da sala de operação do Cemaden e visitaram a sala de operação da instituição no Parque Tecnológico.

Defesa Civil

Na quarta e quinta-feira (26 e 27), o curso passou para a ser ministrado pela Defesa Civil de São José. O órgão compartilhou sua experiência no atendimento a alertas de risco durante o período de chuvas. Um dos destaques do conteúdo foi o relato dos bons resultados da parceria entre a Defesa Civil no município e o Rinem (Rede Integrada de Emergências) do Vale do Paraíba, que viabiliza o atendimento em desastres em conjunto pela iniciativa privada e o poder público.

Os participantes também foram levados a duas visitas externas, à Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica) e a uma área de risco do município monitorada pela Defesa Civil.

A área, localizada no bairro Mirante do Buquirinha, na região norte, é sujeita a inundação e deslizamento. Os agentes locais explicaram como é feito o monitoramento e o trabalho de prevenção junto aos moradores da área.

Outra experiência importante transmitida no curso foi a nova ferramenta implantada recentemente pela Prefeitura de São José para identificar e monitorar, por imagens de satélite, áreas de risco e loteamentos clandestinos.

O curso foi acompanhado por agentes de Defesa Civil do município, das cidades de Maricá e Resende, no Rio de Janeiro, e da cidade de Guamaré, no interior do Rio Grande do Norte. As atividades de quarta e quinta-feira foram realizadas na sede do Corpo de Bombeiros, na região leste do município.

Criada em maio de 1983, a Defesa Civil de São José conta com servidores e voluntários treinados para agir em casos de inundações, soterramentos, quedas de barreira, desabamentos e incêndios. A estrutura da Defesa Civil é mantida pela Prefeitura, mas o órgão também recebe compartilhamento de recursos de instituições, organizações, empresas e da própria comunidade.

MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Proteção ao Cidadão