Temporada de Teatro no CET tem duas peças do Projeto Circulação
Atualizado em 17/09/2018 - 13:06
Fundação Cultural Cassiano Ricardo
A peça Vigiar e Punir, com o grupo Caravan Maschera, mostra a evolução dos conceitos de punição e vigilância na sociedade contemporânea - Foto: PMSJC

Avelino Israel
Fundação Cultural Cassiano Ricardo

Dois espetáculos teatrais que fazem parte do Projeto Circulação, da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, integram a programação deste mês da Temporada de Teatro, que acontece mensalmente no Centro de Estudos Teatrais (CET). As peças serão apresentadas nos dias 15 e 29, sempre às 21h. Os ingressos são gratuitos e devem ser retirados uma hora antes do início de cada peça.

Todas as peças são do gênero dramático e interpretadas por artistas e grupos de São José dos Campos. Elas abordam temas como punição, memórias e protagonismo feminino, que são ambientados na sociedade contemporânea.

Desenvolvido pela Fundação Cultura, o projeto Temporada de Teatro visa apoiar experimentos e exercícios na área teatral.

Programação

Dia 15

Vigiar e Punir (16 anos), com Caravan Maschera

O espetáculo mostra a evolução dos conceitos de punição e vigilância dentro da sociedade contemporânea. Assim, o público pode recriar os significados e sentidos daquilo que vê e sente a partir de cenas abstratas e subjetivas, imagens sutis e momentos provocativos em torno do tema da loucura, da desobediência e da noção duvidosa de normal.

Dia 22

A Ponte – Memórias de um Grito Suspenso (12 anos), com Cia do Trailler – Teatro em Movimento  

Um casal está perdido entre memórias pessoais, sonhos e acontecimentos que permeiam as narrativas da Amazônia. Tempestades, tiros, vozes, motosserra. Como fazer da ousadia uma experiência entre a vida e a morte? Como contar uma história feita de tantas outras histórias? 

Dia 29

Circodela (10 anos), com a artista Jessica Lane  

Lírico e surpreendente, o espetáculo apresenta um circo desconhecido. Narrado por uma menina, filha do palhaço e da mulher que se pendura pelos cabelos, que conta com inocência a vida circense viajando com a família. Protagonismo feminino são as palavras do projeto, que tem na ótica a verdade da menina-mulher, que, embora viva num ambiente lúdico, sente as asperezas da vida cotidiana.

Centro de Estudos Teatrais

  • Avenida Olivo Gomes, 100, Santana (Parque da Cidade)
  • 3924-7300/7341

MAIS NOTÍCIAS
Fundação Cultural Cassiano Ricardo