ECO-PEV da região sudeste será referência para boas práticas ambientais
Atualizado em 04/09/2018 - 13:57
PEV (Ponto de Entrega Voluntária de Resíduos) do Jardim Santa Luzia, o primeiro da zona sudeste e o 13º da cidade.
Além da recepção de resíduos, o Eco-PEV nasce com a missão de se tornar uma referência em boas práticas ambientais para a comunidade local - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Priscila Veiga Vinhas
Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade

As atividades do Eco-PEV do Jardim Santa Luzia, 1º da região sudesde e 13ª unidade implantada em São José dos Campos, que começaram nesta segunda-feira (3), já atraiu a atenção dos moradores. No primeiro dia de operação, munícipes já aproveitaram para destinar materiais como entulho, sofá e restos de madeira, suficiente para quase encher a primeira caçamba. 

Além da recepção de resíduos, o Eco-PEV nasce com a missão de se tornar uma referência em boas práticas ambientais para a comunidade local, mostrando que praticamente tudo pode ser reaproveitado.

O local abriga um galpão de 100 m2 que servirá de espaço para atividades de educação ambiental e oficinas com a comunidade, como oficina de reutilização de materiais, sistemas de captação de água de chuva, teto verde, jardim vertical, horta orgânica, compostagem doméstica, etc. Todas essas boas práticas agregam valor aos materiais, contribuindo para aumentar a vida útil do Aterro Sanitário e impedir que estes resíduos venham a ser descartados clandestinamente em áreas ambientalmente protegidas. É um esforço dedicado à construção de uma sociedade mais consciente e sustentável.

Mesmo antes de finalizada a obra já ocorreu a primeira oficina sustentável no terreno do PEV durante a Semana Municipal de Meio Ambiente, em junho, quando se construiu o sistema de tratamento de águas residuais do PEV, que inclui uma fossa ecológica, denominada Tanque de Evapotranspiração (Tevap) e um círculo de bananeiras.  As demais oficinas serão programadas de acordo com as agendas das escolas da região e do interesse da comunidade.

Para Jéssica Carvalho Silva, 27 anos, uma das primeiras moradoras do Jardim Santa Luzia, o Eco-PEV representa uma conquista para o bairro. “Eu acho que o PEV valoriza e ajuda nosso bairro a crescer. Está bonito, com essas instalações sustentáveis e os munícipes estão elogiando”, afirmou.  

Contratada pela empresa que realiza a gestão operacional da rede de PEV's do município, viu na chegada do equipamento uma oportunidade de trabalho. “Não conhecia o trabalho dos PEV's até conseguir essa oportunidade. Estou feliz de trabalhar próxima da minha casa e estou achando tudo o que estou aprendendo muito interessante. A gente não para pra pensar no destino que nosso entulho tem e agora estou admirada com todo esse cuidado. Eu já tinha a preocupação com a economia de água e vejo que aqui também estamos reforçando com a captação da água da chuva”, completou.

O Eco-PEV é um serviço gratuito para a população destinar pequenas quantidades de restos de obras de construção (tábuas, tijolos, telhas, tubulações, pisos) até um metro cúbico (que equivale ao volume de uma carroça pequena, um porta-malas de carro de passeio ou caçamba de um utilitário pequeno), resíduos volumosos como móveis e equipamentos domésticos (sofás, cadeiras, geladeiras), além de materiais como pilhas, baterias, lâmpadas fluorescentes inteiras, restos de poda, tinta e óleo de cozinha.

Inovação e sustentabilidade

Esta unidade foi projetada e concebida com conceitos inovadores de edificação sustentável. Dentre as diversas soluções e tecnologias ambientalmente corretas está o uso de tijolos ecológicos, que poupam recursos naturais desde sua fabricação até sua aplicação em uma construção, telhas feitas de embalagem reciclada (caixas de tetra pak), sistemas de captação de água de chuva, tratamento sustentável de águas residuais e jardins de chuva, entre outros mecanismos. 

A implantação de novos PEVs está prevista no Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e se insere no Sistema de Gestão Sustentável de Resíduos da Construção Civil e Resíduos Volumosos. A implantação foi realizada em conjunto pelas secretarias de Manutenção da Cidade e de Urbanismo e Sustentabilidade. A obra foi executada pela Urbam (Urbanizadora Municipal).

Os demais PEV’s a serem implantados do município também adotarão os conceitos de edificação sustentável. Neste ano está prevista a implantação de uma unidade no distrito de São Francisco Xavier, que será a terceira da zona norte. Confira a relação completa dos PEV's.

Serviço

Eco-PEV do Jardim Santa Luzia

Endereço: Av. Vicente Brandão Ferreira, 293

Horário de funcionamento: De segunda-feira a sábado, das 8h às 17h e, aos domingos, das 8h às 12h


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade