Com serviço ampliado, Prefeitura distribui 14,8 milhões de remédios ao mês
Atualizado em 01/11/2018 - 09:29
Distribuição de Remédios nas UBS       24 10 2018
O aumento na distribuição de medicamentos é reflexo das melhorias implementadas pela atual Administração, que garantem mais eficiência e qualidade aos serviços de Saúde - Foto: Charles de Moura/PMSJC

Cláudio Souza
Secretaria de Saúde

A Prefeitura de São José dos Campos aumentou, neste ano, o volume de medicamentos distribuídos à população, alcançando a média mensal de 14,8 milhões. Esse índice é 7% maior do que em 2017, quando foram entregues 13,9 milhões de remédios, ou seja, 945.346 a mais a cada 30 dias.

Na comparação com os números de 2016, quando foram distribuídos 11,8 milhões de medicamentos, os resultados são ainda mais expressivos. Em dois anos, o percentual de aumento na distribuição de medicamentos foi de 25%, sendo 3 milhões a mais no volume entregue.  

Nos oito primeiros meses de 2018, já foram entregues 118,8 milhões. Se essa média mensal for mantida até dezembro, neste ano serão entregues à população 178,2 milhões, o que representará 11,3 milhões a mais do que em 2017 e 35,7 milhões a mais do que em 2016.

Nos primeiros 20 meses da atual Administração (de janeiro de 2017 a agosto de 2018), foram investidos R$ 43 milhões na compra de medicamentos.

Os resultados foram apresentados e aprovados, por unanimidade, na reunião do Comus (Conselho Municipal de Saúde) do último dia 15 de outubro, durante a prestação de contas realizada pela Secretaria de Saúde referente aos meses de janeiro a agosto deste ano.

Satisfação

Munícipes beneficiados com a entrega de medicamentos elogiaram o incremento do serviço na atual Administração. "A Prefeitura tem me ajudado muito, já que fica muito caro comprar os remédios na farmácia. Estou desempregada e meu marido faz bicos, de modo que com esta economia mensal com medicamentos sobra dinheiro para comprar comida e roupa para nós e nosso filho de 9 anos", disse a dona de casa Andréia Medeiros, 29 anos, que mora no Campo dos Alemães, na zona sul.

Moradora do mesmo bairro, a dona de casa Rita Oliveira Alves, 54 anos, também está satisfeita com o trabalho realizado pela Prefeitura. "Sempre que preciso de medicamentos, venho aqui na UBS do Campo dos Alemães e consigo levar para casa. É um serviço que tem funcionado muito bem, ajudando quem mais precisa". 

A opinião foi compartilhada pelo pedreiro Cláudio Roberto Rodrigues da Silva, 31 anos, que mora no Jardim Imperial, também na região sul. "Quando preciso, sempre vou buscar remédios na UBS e sou bem atendido. Se tivesse que comprar, não teria condições. A Prefeitura está de parabéns por este serviço".

Ações integradas

O aumento na média mensal de distribuição de medicamentos é reflexo das melhorias implementadas pela atual Administração com o objetivo de garantir mais eficiência e qualidade aos serviços de Saúde, ajudando as pessoas que mais precisam.

Uma das principais ações adotadas, desde o ano passado, é a entrega dos remédios de alto custo do município nas 40 UBS's (Unidades Básicas de Saúde). A descentralização do sistema integra o Plano de Gestão.

Também contribuiu para o bom resultado o aumento do número de médicos e de consultas oferecidas à população nas unidades de saúde.

Atualmente, são distribuídos 222 tipos de remédios para diversas doenças, incluindo medicamentos básicos, de alto custo, de especialidades e controlados. Eles podem ser retirados pelos munícipes nas 40 UBS's, nos 4 Caps's (Centros de Atenção Psicossocial), na UES (Unidade de Especialidades de Saúde) e nas 4 Unidades Avançadas (que integram a Estratégia de Saúde da Família). 
Estas unidades de saúde estão distribuídas por todas as regiões de São José.

Transparência

Com o objetivo de facilitar a vida da população e garantir mais transparência aos procedimentos, desde o ano passado os medicamentos fornecidos pela Prefeitura e pelo Estado estão disponíveis para a consulta da população no site da Prefeitura (www.sjc.sp.gov.br/medicamentos). 

Assim, os usuários da rede de saúde podem se dirigir a uma unidade básica ou à Farmácia Central após a confirmação de que o medicamento foi liberado para distribuição, evitando filas e contratempos.

A informação dos medicamentos disponíveis pelo site da Prefeitura é um grande ganho para a população, sobretudo para os pacientes atendidos pelo Estado, uma vez que os usuários muitas vezes se dirigiam à unidade sem a certeza da liberação.

Ao entregar a nova Farmácia Central, em agosto de 2017, a Prefeitura estabeleceu como prioridade o acesso às informações sobre os medicamentos disponíveis em uma plataforma na internet para acesso de toda a população usuária.

Fralda em Casa

Em outra frente de atuação, desde 2017, a Prefeitura instituiu novo procedimento de entrega de fraldas para idosos ou pacientes beneficiados pelo programa de atendimento domiciliar. Agora, as fraldas são entregues na casa dos pacientes e não mais nas unidades básicas de saúde. A medida beneficia diretamente 1.210 pessoas que utilizam o serviço.

 

Entrega de medicamentos 


2018:
Média mensal: 14.857.777
De janeiro a agosto: 118.862.222
Estimativa do ano todo: 178.293.330

2017:
Média mensal: 13.912.431
Total anual: 166.949.169

2016:
Média mensal: 11.882.691
Total anual: 142.592.295


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde