Sistema inédito de aluguel de bikes já pode ser usado neste sábado
Atualizado em 20/10/2018 - 14:37
Lançamento do BikeSanja (bikes compartilhadas e ampliação das ciclovias). Foto: Claudio Vieira/PMSJC. 19-10-2018
Além do respeito ao meio ambiente, a nova tecnologia melhora a qualidade de vida das pessoas favorecendo o lazer e a saúde - Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Wagner Matheus
Secretaria de Mobilidade Urbana

A população de São José dos Campos ganhou, nesta sexta-feira (19), o primeiro sistema dockless - compartilhamento de bicicletas que não utiliza estações de travamento, inédito no país. Desde a manhã deste sábado (20), 50 bicicletas estarão disponíveis para locação. No Largo São Benedito, no centro da cidade, haverá demonstração de como funcionam as bicicletas do sistema rotativo.

Neste modelo moderno, a Administração Municipal avança na área de tecnologia para melhorar a qualidade de vida das pessoas, respeitando o meio ambiente. O sistema de compartilhamento também favorece o lazer e a saúde da população joseense.

Em São José dos Campos, mais de 50 mil pessoas já possuem o aplicativo de estacionamento rotativo, que servirá também para a locação das bikes.

O ineditismo do serviço de bikes compartilhadas de São José se explica pelo sistema dockless, que se diferencia de experiências anteriores por não utilizar estações de travamento. Os usuários poderão usar as bikes por toda a cidade e devolvê-las em qualquer local apropriado para seu estacionamento, desde que dentro da área de cobertura (Veja mapa abaixo).

As bicicletas inteligentes são equipadas com travas eletrônicas, GPS para localização e chip de comunicação em tempo real, além de baterias solares para alimentação dos dispositivos.

Inicialmente, as 50 bicicletas circularão pela região central e Vila Adyanna, mas o objetivo é estender o serviço progressivamente para todas as regiões da cidade. A área de abrangência compreende um perímetro formado por rua Siqueira Campos (região central), avenida São João, rua Madre Paula de São José (Vila Ema) e avenida Dr. Adhemar de Barros.

As bicicletas poderão ser utilizadas todos os dias da semana, no período das 6h às 23h. O serviço será oferecido no mesmo aplicativo de Estacionamento Rotativo utilizado para aquisição de tíquetes de estacionamento de veículos. É necessário possuir cartão de crédito.

Bike Sanja

O início de operação do serviço de bicicletas compartilhadas marca também o lançamento do programa Bike Sanja.

O Bike Sanja é formado por vários eixos de ação. O educativo, que leva noções de mobilidade urbana e uso consciente e seguro da bicicleta pela população; o legislativo, que irá rever a legislação sobre o tema, como a lei da calçada segura, que deverá se adequar ao uso de bicicletas; o da infraestrutura, que pretende elevar os 79 quilômetros de ciclovias existentes no início do atual governo para cerca de 160 quilômetros até 2020; e o eixo do incentivo ao uso, representado pelo compartilhamento de bicicletas.

Ciclovias conectadas

Atualmente, a cidade possui 96 quilômetros de ciclovias em uso. Está em andamento a implantação de mais 44 quilômetros. Enquanto está em construção a ciclovia da Via Cambuí, já foi iniciado o processo de licitação da ciclovia do Vidoca, que funcionará como conexão entre ciclovias das regiões norte, centro, oeste e sul.

A conexão entre ciclovias irá permitir, por exemplo, o deslocamento por bicicleta do Jardim Telespark, na região norte, até o Campo dos Alemães, na região sul.

Serviço

Valor do aluguel

- Por tempo de uso: R$ 1,00 por cada 15 minutos

(Para usuários com tíquete de estacionamento ativo, R$ 0,50 por até 15 minutos)

- Assinatura do Serviço: R$ 20,00/mês para uso ilimitado da bike por até 30 minutos com intervalos de 15 minutos entre viagens

 

- Área de cobertura do sistema:


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Mobilidade Urbana