Alunos do ensino fundamental realizam feira de ciências
Atualizado em 11/10/2018 - 16:21
Com supervisão dos professores e agentes educacionais, alunos do 4º ao 9º ano organizaram atividades especiais para a Feira de Ciências
A Feira de Ciências da Emef Hélio Augusto de Souza contou com uma diversidade de atrações, como sala dos sentidos sensoriais, vulcão, ilusão de ótica, bazuca de batatas e jogos adaptados para pessoas com deficiências - Foto: PMSJC

Gisele Lopes
Secretaria de Educação e Cidadania

Experimentos, jogos e apresentação teatral, voltados para o mundo da ciências, animou a manhã desta quinta-feira (11) na Emef Hélio Augusto de Souza, localizada no Jardim Valparaíba, região leste de São José dos Campos.

Com a supervisão dos professores e agentes educacionais, alunos do 4º ao 9º ano organizaram atividades especiais para a Feira de Ciências. Os experimentos ocuparam todos os espaços da escola. Os pais e a comunidade também fizeram parte da manhã científica.

A Feira de Ciências da Emef Hélio Augusto de Souza contou com uma diversidade de atrações, como sala dos sentidos sensoriais, vulcão, ilusão de ótica, bazuca de batatas e jogos adaptados para pessoas com deficiências, além da exposição de um carro elétrico da Guarda Civil Municipal.

“É muito importante essa interação entre família e escola. Hoje tive a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre assuntos que não costumo tratar no dia a dia. Descobri também que tudo é ciência e que podemos fazer nossas próprias experiências em casa”, disse Cecília Terra Alexo, mãe dos alunos Miguel Alexo e Clara Terra do 1º e 4º ano, respectivamente.

Um dos experimentos que chamou a atenção das crianças foi a de uma garrafa que sugava ovos. “Essa experiência é um pouco trabalhosa, tivemos que cozinhar todos os ovos, tirar as cascas e deixar todos os ingredientes prontos para hoje”, explicou a aluna Giovanna Torres, do 7º ano. E para provar que prestou bastante atenção nas aulas sobre pressão atmosférica, Giovana ensinava aos convidados detalhes de como é possível elaborar o experimento.

Outra atividade muito aguardada foi o Show de Ciências, feito pelos próprios estudantes. O grupo uniu teatro e arte na abordagem de conceitos científicos, de forma divertida e interativa. A apresentação mostrou como a Ciência faz parte do cotidiano e que percebê-la e aprender mais sobre ela pode ser bem divertido.

“Tudo começou em março deste ano, quando surgiram as ideias de experimentos para o show. É muito legal misturar brincadeira com um assunto sério como é a ciência. Percebemos que podemos nos divertir e aprender ao mesmo tempo”, afirmou Ana Júlia Oliveira, de 13 anos, uma das integrantes do Show de Ciências organizado pela escola.


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Educação e Cidadania