Idosos do Centro Dia se tornam agentes multiplicadores no Outubro Rosa
Atualizado em 10/10/2018 - 11:35
Centro Dia Outubro Rosa
“Quanto mais campanha e instrução tiver, tanto para mulher quanto para o homem, melhor”, afirma Ivone Rodrigues Moreira, 67 anos, moradora do bairro Santa Ermínia - Foto: Divulgação

Juliana Costa
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão

Falar sobre a importância da conscientização da prevenção do câncer de mama e colo de útero, produzir lacinhos cor de rosa e se tornar um agente multiplicador no Outubro Rosa. É assim, com muita vontade de fazer a diferença e ajudar as pessoas, que os idosos atendidos nos Centros Dias das quatro unidades das Casas do Idoso (centro, leste, norte e sul), participam dessa campanha em prol da saúde da mulher.

“É muito importante falar sobre prevenção porque tem gente que tem medo de falar de doença, mas se não falarmos, como podemos nos cuidar? Quanto mais campanha e instrução tiver, tanto para mulher quanto para o homem, melhor. Que venham mais e mais campanhas aqui pra gente”, disse Ivone Rodrigues Moreira, 67 anos, moradora do bairro Santa Ermínia.

Durante todo o mês de outubro, os idosos terão rodas de conversas abordando o tema com homens e mulheres reforçando a importância da prevenção.

Centro Dia

O Centro Dia é um serviço diferenciado que auxilia o idoso em situação de risco ou violação de direitos, que apresentam alguma dificuldade para Atividades de Vida Diária (AVD) e tem como objetivo promover a autonomia, a inclusão social e a melhoria de vida dos idosos.

Nas quatro Casas do Idoso, este atendimento oferece 160 vagas no total. Uma equipe específica e habilitada ajuda essas pessoas que precisam de cuidados individualizados, visando diminuir a exclusão social bem com a interrupção e superação das violações de direitos que fragilizam a autonomia e intensificam o grau de dependência da pessoa idosa. Frequentando o Centro Dia, o idoso passa a fazer parte da rotina da Casa, convivendo com outras pessoas no seu dia a dia.

O Centro Dia é um espaço destinado a proporcionar acolhimento, proteção e convivência a idosos semi dependentes, cujas famílias não têm condições de prover estes cuidados durante todo o dia ou parte dele. O serviço tem início às 8h e termina às 17h. Além das atividades e cuidados especiais, os idosos ainda fazem cinco refeições durante esse período de atendimento na Casa.

Para poderem se beneficiar do Centro Dia, os idosos já precisam ser atendidos e acompanhados pelo Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social).

Todos os atendidos recebem cuidados diários, alimentação e participam de diversas atividades sob acompanhamento e supervisão profissional, conforme a capacidade funcional do idoso, como por exemplo:

- Atividades lúdicas e socioeducativas

- Rodas de conversa

- Oficina de memória

- Terapia Ocupacional

- Fisioterapia

- Caminhada

- Relaxamento

- Ginástica

- Alongamento

- Exercícios localizados

- Hidroginástica

- Jogos recreativos

Caso seja necessário, será disponibilizado para o idoso transporte, inclusive adaptado quando for o caso, para o deslocamento entre a sua residência e a Casa do Idoso.

 

Creas

CREAS Centro-Norte

Rua Sebastião Humel, nº 523, Centro

Telefones: (12) 3923-7200 / 3913-2827 / 3913-2829

 

CREAS Leste

Praça José Molina s/n– Vila Industrial

3913-1082 / 3941-2800

 

CREAS Sul

Rua José Bento de Moura, 254 – Bosque dos Eucaliptos

3922-5558


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão