Alunos da Fundhas desenvolvem a comunicação com oficinas de rádio
Atualizado em 01/10/2018 - 18:37
Embraer - Oficina Rádio na Feira
Crianças e adolescentes participam de oficinas de rádio para aprender sobre comunicação e desenvolver o protagonismo infanto-juvenil - Foto: Divulgação

Paula Pessoa
Fundhas

Crianças e adolescentes da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza) participam de oficinas de rádio para aprender mais sobre comunicação e desenvolver o protagonismo infanto-juvenil. Atualmente, as atividades acontecem na Unidade Embraer, que fica no Putim (região sudeste), envolvendo 15 alunos. 

O projeto “Rádio na Feira” tem apoio do Fundo Municipal de Cultura e passa pelas unidades da Fundhas levando teoria e prática sobre rádio e comunicação e proporcionando o debate sobre temas atuais. Após as oficinas, os estudantes têm a experiência de radialista em um estúdio diferente: a céu aberto, em meio a feiras livres da cidade.

Reunidos em grupos, eles aprendem termos e conceitos básicos. Na Unidade Embraer, os alunos tiveram um dia de radialista, definindo pautas, vinhetas e realizando entrevistas com funcionários e colegas. Após as oficinas de produção do programa de rádio, o grupo se reúne para compartilhar reflexões sobre a experiência e preparar a apresentação na feira. Além da informação, o projeto destaca a importância de manifestações artísticas e culturais.

“A ideia principal é que as crianças aprendam sobre comunicação e saibam também ter uma leitura crítica sobre os meios de comunicação e as notícias. É importante a reflexão para que eles saibam analisar notícias que recebem, sobretudo pelas redes sociais”, disse o educador e produtor de rádio e vídeo, Júlio Suñé.

“É muito legal fazer rádio, estou aprendendo a entrevistar pessoas e formular perguntas, isso é bom porque eu sou um pouco tímida. Eu acho importante esse tipo de atividade, temos que aproveitar esses momentos”, disse Ana Clara Mendes, de 11 anos.

Ana Beatriz Sousa Santos, de 14 anos, também sente que o projeto contribui para que se sinta mais sociável. “Eu estou aprendendo a soltar a voz ao falar, pois sou tímida. A rádio tem me ensinado a me soltar, ouvir e conversar mais com as pessoas”, disse.

O encontro final da turma de novos radialistas será realizado na feira livre do Putim, no dia 18 de outubro (quinta-feira), a partir das 9h. O evento contará com intervenções artísticas e musicais.

“A Fundhas representa um trabalho bonito e importante em São José, que deve ser feito em toda a sociedade. Precisamos investir nas crianças e nos jovens para que tenham formação completa e estejam prontos para o futuro”, destacou Júlio, fundador do projeto Rádio na Feira, criado em São Paulo há oito anos. 

Comunicação e uso de mídias é um dos eixos pedagógicos que a Fundhas oferece aos seus atendidos, com a finalidade de proporcionar vivências que levem ao reconhecimento de potencialidades e habilidades, promover a articulação entre teoria e prática nos processos de aprendizagem, conscientizar para a importância do estudo no desenvolvimento pessoal e profissional, entre outras. 


MAIS NOTÍCIAS
Fundhas