Prefeitura realiza conferência sobre os direitos da criança e do adolescente
Atualizado em 30/11/2018 - 15:42
Conferência Nacional dos Direitos da Criança e Adolescente
O evento aconteceu no Cefe, em Santana, e teve, entre outros objetivos, elaborar propostas para o enfrentamento das diversas formas de violência - Foto: Divulgação

Juliana Costa
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão

Nesta sexta-feira (30), foram realizados, em São José dos Campos, a IX Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, etapa que antecede a Conferência Regional, a VII Conferência Estadual e a XI Conferência Nacional dos Direitos da Criança e Adolescente que ocorrerão em 2019 e a Conferência Lúdica.

“Este tipo de evento cria uma rede de proteção e dessa forma os trabalhos não ficam isolados, cada um no seu canto fazendo. Isso nos fortalece. Conhecendo outras pessoas, trabalhos e sabendo a quem podemos recorrer, faz com que o nosso trabalho seja realizado de forma mais assertiva junto às nossas crianças e adolescentes", disse Cláudia do Nascimento Simões, orientadora educacional da Emef Profª Leonor Pereira Nunes Galvão.

Em outra sala, adolescentes, engajados nas discussões relacionadas às políticas públicas no contexto da Proteção integral, Diversidade e Enfrentamento às Violências, participaram com entusiasmo desse dia de muito trabalho.

“Acho fundamental a atuação do jovem para lutar pelo próprio direito, entendendo que ele tem ir atrás. Não dá para ficar esperando de braços cruzados. Chamar os colegas para participarem de dias como esse também faz parte dessa ação de mobilização, só assim conseguiremos algo de verdade a nosso favor”, afirmou Rute da Luz, 14 anos, adolescente da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza).

O evento aconteceu no Cefe (Centro de Formação do Educador), em Santana, e teve como objetivo elaborar propostas para o enfrentamento das diversas formas de violência, propor ações para participação e protagonismo nos diversos espaços, valorizar a diversidade, promoção da igualdade e proteção integral, previstos na Constituição Federal e no Estatuto da Criança e do Adolescente, que serão encaminhadas para as Conferências Regional e Estadual, bem como eleger delegados(as) para a defesa das mesmas.

Dentro do tema “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento das violências”, foram debatidos os seguintes eixos:

- Garantia dos Direitos e Políticas Públicas Integradas e de Inclusão

- Prevenção e Enfrentamento da Violência Contra Crianças e Adolescentes

- Orçamento e Financiamento das Políticas para Crianças e Adolescentes

- Participação, Comunicação Social e Protagonismo de Crianças e Adolescentes

- Espaços de Gestão e Controle Social das Políticas Públicas de Promoção, Proteção e Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Apoio Social ao Cidadão