Atendidos se divertem com atividades de recreação no 4º dia da OREE
Atualizado em 30/11/2018 - 12:26
OREE no Centro da Juventude 2
Mães e filhos: Izanete e Wender (à esquerda), e Ionilda e Guilherme, comemoraram o aniversário dos filhos no Cejuv - Foto: PMSJC

Thiago Fadini
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida

O antepenúltimo dia da 19ª edição da OREE – Olimpíada Recreativa Esportiva Especial fez o pavilhão do Centro da Juventude (Rua Aurora Pinto da Cunha, 131 – Jardim América) ‘borbulhar’ de gente na manhã desta sexta-feira (30).

O evento realizado pela Prefeitura de São José dos Campos reuniu cerca de 500 pessoas no local, entre atendidos por entidades assistenciais para pessoas com deficiência, asilos, escolas e seus familiares. A programação do dia foi exclusivamente reservada para atividades recreativas.

No espaço, os profissionais de educação física da Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida e da Organização Social São José Desportivo montaram estações com diversas brincadeiras sobre profissões. Jardinagem, costura, técnico em elétrica e atleta de futebol foram alguns dos temas. Todos os brinquedos foram criados pelos professores que atendem às entidades por meio do programa De Bem com a Vida, mantido pela Administração.

E foi justamente a maior integração entre os deficientes mais jovens e os idosos que foi elogiada por Izanete dos Santos, 43 anos, e a amiga Ionilda Prudêncio, 41 anos. Ambas são mães do Wender, 23 anos, e do Guilherme, 20 anos, atendidos pela Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais).

E mais do que curtir a OREE, elas aproveitaram para comemorarem juntas o aniversário dos dois filhos que, coincidentemente, cai nesta sexta-feira.

“Achei que esse está melhor, está tendo mais monitores e vi outras crianças diferentes, vi idosos nas cadeiras de rodas. Nos outros anos não via”, opinou Izanete.

“Também não via, mas esse está mais organizado, com mais monitores, e a gente todo ano vem. É muito gostoso”, reforçou Ionilda.

Saindo da caixa

Quem também elogiou a OREE foi João Carvalho, 34 anos, que trabalha na SSVP (Sociedade São Vicente de Paula). Foi a primeira vez que ele acompanhou o grupo da entidade no evento e destacou o fato da Olimpíada Especial “tirar eles do local que eles ficam” durante quase todo o dia.

“(Tira) daquele espaço, fica muito cansativo, eles ficam num lugar só o tempo todo. Então eles veem movimento, isso distrai a cabeça”, apontou João.

As “mamães-coruja” dos aniversariantes Wender e Guilherme corroboraram a opinião de João Carvalho. “Sai do ambiente da escola e vem pra outro ambiente. Aqui eles vão ter a oportunidade de brincadeira, de esporte, e às vezes na escola não tem isso. Eles ficam muito ansiosos para vir, para participar das brincadeiras e interagir com outros grupos”, disse Izanete dos Santos.

A 19ª OREE terá encerramento oficial neste sábado (1), no SESC São José dos Campos (Avenida Adhemar de Barros, 999, Jardim São Dimas), ao término das competições de lutas.

Programação
Sábado (1º)
Sesc
10h – Lutas

Segunda-feira (3)
Centro Poliesportivo João do Pulo
14h - Natação


MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida