Adolescentes da Fundhas aprendem matemática confeccionando pipas
Atualizado em 27/11/2018 - 16:55
Monsanto - Pipas
As pipas do grupo da Unidade Monsanto, no Limoeiro, são forma de aprender conceitos geométricos - Foto: Divulgação

Paula Pessoa
Fundhas

A matemática está presente no dia a dia de todos, mas ainda causa dúvidas para muita gente. Para aproximar a disciplina à realidade dos alunos de forma divertida, a professora de Matemática, Elisangela Trevisan Paiva, da Unidade Monsanto da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza) ensinou geometria por meio do estudo teórico e da confecção de pipas.

“Contemplamos os conceitos de geometria de forma didática e lúdica, começando pela história da pipa e seus usos. Os alunos se divertiram e gostaram de aprender sobre a história da pipa, sua origem e ligação com fatos históricos e científicos. Depois, aplicamos a parte matemática fabricando cada modelo, com formas e ângulos diversos. São momentos ricos em aprendizagem com significado", explicou Elisangela.

As aulas práticas contribuem com a aprendizagem de cerca de 30 alunos, que têm entre 12 e 14 anos, e ficam na Unidade do Limoeiro, na região oeste, no contraturno escolar. O reforço é uma das atividades oferecidas pela Fundhas nas áreas de conhecimento que trabalha com seus atendidos, entre os eixos oferecidos há projetos de Acompanhamento Pedagógico, Comunicação e Uso de Mídias, Arte e Cultura, Esporte e Lazer, entre outros.

Atualmente, a instituição mantida pela Prefeitura de São José dos Campos, atende mais de 3 mil crianças e adolescentes, de 6 a 18 anos, que participam de atividades de forma gratuita em 15 unidades. O projeto de pipas é uma das ações lúdicas e pedagógicas oferecidas.

Entre os alunos participantes do projeto está Kaiky Rafael Dias da Silva, de 14 anos, sendo 8 deles na Fundhas. “Gosto daqui, principalmente das atividades diferentes, em forma de brincadeira, e dos eventos. Aprender assim é bom e nos prepara para o futuro, montando pipa dá para aprender mais sobre formas e cálculos”, afirmou.

O grupo foi orientado sobre a proibição do uso de cerol nas linhas e as formas de segurança para soltar os papagaios de papel.

Dia da pipa

A conclusão do projeto será diferente. Ao invés de uma tradicional prova de Matemática, o grupo de estudo soltará as pipas confeccionadas no Poliesportivo do Vale do Sol. A atividade acontece nesta quinta-feira (28), a partir das 14h, e será encerrada com um piquenique comunitário. O local foi escolhido por ser uma área segura e de fácil acesso para o grupo.

Serviço

Matemática e pipas – Unidade Monsanto

Dia: 29/11 – quinta-feira

Horário: a partir das 14h

Local: Praça Bahia de São Salvador, 242 - Jardim Vale do Sol


MAIS NOTÍCIAS
Fundhas