Artista com limitações físicas conta em palestra como superou as dificuldades
Atualizado em 01/11/2018 - 16:42
Fundação Cultural Cassiano Ricardo
A artista Ariadne Antico ministra a palestra-show ‘Muros e Grades São Invenções Humanas’ - Foto: Divulgação - Foto: PMSJC

Avelino Israel
Fundação Cultural Cassiano Ricardo

Relatar como aprendeu a usar as limitações físicas a seu favor. É isso o que a artista Ariadne Antico fará durante sua palestra-show ‘Muros e Grades São Invenções Humanas’, que acontece neste sábado (3), às 21h, no Centro de Estudos Teatrais (CET), localizado no Parque da Cidade. O evento tem classificação de 12 anos e a entrada é gratuita.

A guarulhense Ariadne Antico nasceu com um tipo de paralisia cerebral que, segundo diagnóstico médico, a impediria de andar e falar. Mas não foi bem isso o que aconteceu. Por meio da palhaça criada por ela, ‘Birita’, a artista conta, de forma humana e engraçada, como transformou seus limites, dificuldades e crises em alegrias.

“A recepção do público é muito diversificada, mas, sobretudo, empática. Alguns choram, outros riem. Já recebi até depoimentos de quem foi à apresentação com pensamentos depressivos e saiu de lá mais motivado”, contou Ariadne. “Muitos que não têm nenhuma deficiência refletem até sobre si mesmo, quando não estão fazendo nada do que gostam em sua vida”.

A palestra-show enfatiza a importância da arte como agente transformador e incentivador para crianças e adultos com deficiência. Ariadne começou a trabalhar na área em 2013, e em 2014 apresentou pela primeira vez a palestra-show. O ‘Muros e Grades São Invenções Humanas’ já passou por diversas cidades do Estado de São Paulo.

Centro de Estudos Teatrais (CET)

Av. Olivo Gomes, 100 – Parque da Cidade – Santana

(12) 3924-7300 / 7341


MAIS NOTÍCIAS
Fundação Cultural Cassiano Ricardo