Concurso para médico da rede básica já tem quase 200 inscritos
31/03/2018 - 16:14
Ambulatório da mulher
Os profissionais aprovados vão trabalhar nas unidades básicas de saúde - Foto: Beto Freitas/PMSJC

Nei José Sant' Anna
Secretaria de Saúde

Prosseguem até o dia 8 as inscrições para o concurso público de médico – clínico geral, ginecologista/obstetra e pediatra. Até o momento, 196 candidatos se inscreveram para o processo seletivo, que oferece 30 vagas para cargos efetivos – 10 de cada especialidade.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas diretamente na página www.sjc.sp.gov.br/concurso. É preciso preencher o formulário de inscrição online e transmitir os dados pela internet.

Os requisitos básicos são os documentos que comprovem a conclusão no curso de medicina e o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM). No caso das especialidades de pediatria e ginecologia/obstetrícia, também são exigidos título de especialista ou residência médica na área.

O salário oferecido é de R$ 3.401,26, para 20 horas semanais de trabalho. Ao vencimento inicial, poderão ser acrescidos adicionais de desempenho, condições especiais de trabalho e insalubridade, atingindo uma remuneração até R$ 7.333,45.

As provas objetivas serão realizadas no dia 6 de maio, em local a ser divulgado no edital de convocação. O resultado estará disponível na página do concurso.

Credenciamento

Além do concurso público para médico, a Prefeitura vem fazendo esforços para melhorar o atendimento à população na área da saúde. Desde o ano passado, está aberto o credenciamento para contratação de consultas para a rede básica por meio de empresas ou profissionais com registro de pessoa jurídica.

Essa medida inédita já trouxe um impacto significativo na redução do tempo para atendimento. Hoje, a espera pela consulta com clínico geral nas unidades básicas não passa de 45 dias. Houve um aumento de 22% na oferta de consultas – 37.595 em março do ano passado e 45.988 no mesmo mês de 2018.

O sucesso da iniciativa motivou a Prefeitura a estender o modelo para a rede de especialidades, cujo credenciamento de médicos começou em fevereiro. Até o momento foram ofertadas 3 mil consultas a mais do que a média de 15 mil disponibilizadas por mês na Unidade de Especialidades, que também passou a atender aos sábados, das 7h às 18h.

MAIS NOTÍCIAS
Secretaria de Saúde